Published On:terça-feira, 6 de março de 2012
Posted by salatiel assis

Mais de 8 mil famílias precisam atualizar dados do Bolsa Família em MS

Divulgação
 
As famílias devem ficar atentas o prazo é até o dia 29 para que estes não percam definitivamente
No Estado, 8.066 famílias estão com os benefícios bloqueados. Em todo o País, 729 mil famílias estão nessa situação. Para que não houvesse bloqueio, o beneficiário deveria ter realizado o cadastro até o dia 31 de dezembro. De acordo com Maria Aparecida Melo da Silva, da Superintendência da Política de Assistência Social da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), essas famílias precisam com urgência procurar o órgão gestor do município e assim evitar que o benefício seja cancelado. “As famílias devem ficar atentas aos prazos, esses que tiveram os benefícios bloqueados estão nesta situação, pois não se recadastraram em tempo hábil, ainda há chance para realizar o cadastro, entretanto somente até o dia 29 para que estes não percam definitivamente o benefício”, atesta a superintendente.
Através da atualização cadastral periódica é feito o monitoramento do programa, que atualmente atende 13,3 milhões de famílias. Entre os itens do cadastro estão mudança de endereço ou de renda, localização da escola dos filhos para acompanhamento da frequência escolar e composição familiar.
Esse processo de revisão cadastral ocorre anualmente desde 2009 e é feito pelos municípios e Distrito Federal para todas as famílias que completam dois anos sem atualização ou confirmação em seus cadastros, conforme prevê o decreto 6.135 de 2007.
O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) afirma que no início de cada ano, identifica todas  as famílias com cadastros sem atualização nos últimos dois anos. Essa relação é colocada à disposição dos gestores no Sistema de Gestão Integrada do Programa Bolsa Família.
As famílias identificadas na listagem recebem avisos em seus extratos bancários de pagamento. Caso não façam a atualização e tenham os benefícios bloqueados, nova mensagem é encaminhada pelo extrato, orientando a família a procurar a gestão municipal.
Para participar do programa, a família deve ter renda por pessoa de até R$ 140 por mês. Os valores dos benefícios variam de R$ 32 a R$ 306, de acordo com o perfil de renda e o número de integrantes da família. R$ 1,5 bilhão são transferidos por mês para essa população. Para garantir o benefício, as famílias precisam manter os filhos na escola, a agenda de saúde em dia e atualizar dados de renda, número de integrantes, endereço e escola dos filhos, pelo menos a cada dois anos.

(DC)

About the Author

Posted by salatiel assis on terça-feira, março 06, 2012. Filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By salatiel assis on terça-feira, março 06, 2012. Filed under , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "Mais de 8 mil famílias precisam atualizar dados do Bolsa Família em MS"

Leave a reply

DESTAQUE

Salatiel Solicita Ar Condicionado Para Escolas Rurais e Cadeiras de Rodas para APAE

O vereador Salatiel da Radio esteve em viajem para Campo Grande, onde esteve visitando vários gabinetes na Capital do Estado, onde protoc...

V Í D E O S

V Í D E O S
Juntos Por Sete Quedas - Salatiel Acompanha Operação Tapa Buraco Entre Sete Quedas e Tacuru

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO