Published On:segunda-feira, 14 de maio de 2012
Posted by salatiel assis

Assentamento Itamarati cria Moeda Social


Moeda social é novidade (Foto: Thiago Salvador) 
Os moradores do Assentamento Itamarati, em Ponta Porã, contam com uma iniciativa inédita na fronteira para a realização de pequenos negócios e incentivo à produção. É o Banco Ita, uma instituição de credito comunitário. O banco é o 2º em Mato Grosso do Sul. O primeiro projeto foi em Dourados, com o Banco Pirê. Na região Centro Oeste estão sendo implantados mais nove bancos.
A iniciativa visa dar suporte financeiro para que pessoas de baixa renda, que moram em comunidades carentes, possam obter financiamentos para investir na produção agropecuária. Os recursos vem de ONGs. Uma das novidades do Banco Ita é a criação de uma moeda específica que irá circular dentro do assentamento – a chamada moeda social. As cédulas foram apresentadas durante a solenidade de inauguração do banco neste mês. Com elas, as pessoas poderão efetuar negócios, a exemplo do que é feito com o real. O Banco Ita está iniciando as atividades com um capital de R$ 17.500, que estará disponível para emprestar aos assentados. Vários comerciantes locais passaram a aceitar a moeda como se fosse real.

About the Author

Posted by salatiel assis on segunda-feira, maio 14, 2012. Filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By salatiel assis on segunda-feira, maio 14, 2012. Filed under , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "Assentamento Itamarati cria Moeda Social"

Leave a reply

DESTAQUE

Salatiel Solicita a Estado a Volta da Emissão de Carteira de Identidade no Município

Vereador Salatiel da Radio no Gabinete da Vice-Governadora Rose Modesto O vereador Salatiel da Radio encaminhou oficio a Vice-Governado...

V Í D E O S

V Í D E O S
Juntos Por Sete Quedas - Salatiel Acompanha Operação Tapa Buraco Entre Sete Quedas e Tacuru

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO