Published On:terça-feira, 4 de setembro de 2012
Posted by JORNAL EDUCADORA

Deputado quer o corte de relações com Paraguai e Bolívia




Rinaldo Modesto (ARQUIVO)
O deputado Rinaldo Modesto (PSDB) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira para cobrar medidas emergenciais por parte do Governo Federal em relação aos países que fazem fronteira com o País, sobretudo, Bolívia e Paraguai.

Ele defende que, caso necessário, o Brasil rompa relações diplomáticas com os vizinhos. O protesto surge em meio às mortes dos universitários Breno Luigi Silvestrini, de 18 anos, e Leonardo Batista Fernandes, de 19 anos, assassinados com tiros na cabeça, na Capital.

Os bandidos sequestraram os jovens para roubar um veículo Pajero em que eles estavam. O carro seria levado para a Bolívia. “É inadmissível essa conivência da União com Bolívia e Paraguai. São países que não têm lei”, criticou, pedindo também que Estado e municípios, que fazem parte da fronteira, adotam medidas de prevenção e combate à criminalidade.

O tucano já havia defendido legislação mais rigorosa por conta da situação em que carros roubados no Brasil são levados à Bolívia. “Em novembro do ano passado encaminhamos documento para o Governo Federal pedindo providências e até agora nada”.

Em outubro de 2011, o Congresso realizou uma audiência para abordar a norma 133, do governo boliviano, que legaliza todos os carros no seu País, o que atingiu diretamente o Brasil. No dia 8 de junho, o governo boliviano autorizou a regularização de carros ilegais no País, por meio de pagamento de tarifa. A taxa para a nova documentação de carro com passado desconhecido varia entre US$ 2 mil e US$ 3 mil.

Dados divulgados, à época, pela Federação Nacional das Empresas de Segurança Privados (Fenaseg) aponta que, dos 377.250 carros roubados na Brasil, 53% não foram recuperados. O principal destino dos automóveis furtados são os desmanches ou países como o Paraguai e a Bolívia.

Na prática, a lei é um atestado que de veículos roubados em Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com a Bolívia por Corumbá, e em todo território nacional, não serão mais recuperados.



Fonte: Campo Grande News

About the Author

Posted by JORNAL EDUCADORA on terça-feira, setembro 04, 2012. Filed under , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By JORNAL EDUCADORA on terça-feira, setembro 04, 2012. Filed under , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "Deputado quer o corte de relações com Paraguai e Bolívia"

Leave a reply

DESTAQUE

Salatiel Solicita a Estado a Volta da Emissão de Carteira de Identidade no Município

Vereador Salatiel da Radio no Gabinete da Vice-Governadora Rose Modesto O vereador Salatiel da Radio encaminhou oficio a Vice-Governado...

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO