Published On:quinta-feira, 13 de dezembro de 2012
Posted by salatiel

Casé Monta Equipe de Transição em Sete Quedas

Comissão de Transição já Trabalha na
Prefeitura de Sete Quedas
Após Várias Tentativas o prefeito eleito Casé, José Gomes Goulart, conseguiu a aprovação da atual administração para que pudesse compor sua equipe de transição, que estará trabalhando nas dependências da prefeitura, para que possa estar a par do que esta acontecendo na administração antes mesmo de assumir a Cadeira de Prefeito do Município. O prefeito eleito montou uma equipe de transição com 3 membros de sua equipe, e a administração atual nomeou mais 3 do seu quadro de funcionários para que pudessem juntos estar analisando a atual situação do município. O pode executivo nomeou os funcionários Maria Cristina Scapim, Carlos Martines e Marcos Roberto Penachio. Já o prefeito eleito Casé nomeou para participar da comissão, Flavio Silva dos Santos, Cristiane Comeli e Edilson Vieira da Silva.
A Comissão de transição serve para que os novos administradores saibam como esta a situação do município antes de tomar posse definitiva. Essa equipe faz uma radiografia da situação da administração em todos os setores, tais como: Contratos mantidos, Demonstrativos de Despesas e Receitas, Levantamento de Bens e de Pessoal, e todos os documentos pertinentes à administração municipal, referentes a todos os setores da administração: Saúde, Educação, Obras, Tesouraria, Licitações dentre outros.
Em suas palavras na abertura da reunião, que contou com outros membros da equipe, e também  com os membros da atual administração, o prefeito eleito Casé, falou da importância desta comissão, pois, em janeiro o município toma outro caminho, e que tudo deve estar as claras, para que possa fazer uma boa administração já no inicio do mandato.”A partir de agora somos uma só equipe. Vamos trabalhar juntos pelo nosso município. A campanha política já terminou, agora é só trabalhar por nossa cidade, como uma só equipe” disse Casé a todos os membros da transição. 
Ainda segundo Casé, o município esta com setores muito deficitários e por isso a equipe de transição tem que buscar estar bem atento a isso, pois pode acontecer de chegar em janeiro e terem dificuldades em administrar vários setores do município. “ Temos que estar atentos a tudo, pois podemos chegar aqui em janeiro, e ter que parar diversos setores para poder por as coisas em ordem. Sabemos que a Saúde e a Educação precisam de atenção especial, não sabemos quando pode surgir uma emergência, e precisamos estar preparados para trabalhar já de imediato. Uma ambulância não pode ficar parada por falta de combustível, e a manutenção da alimentação dos doentes do hospital e dos alunos das escolas e creches não podem faltar. Acho que a equipe de transição deve estar atento a isso, e se necessário conversar com o atual prefeito para que tenhamos o mínimo de condições de trabalhar” comentou Casé sobre as dificuldades que irá encontrar nos primeiros meses de mandato.
 “ Temos muitos recursos para virem pra Sete Quedas já no inicio do ano, mas para isso o município não pode ter pendências ou restrições com o Tribunal de Contas, por isso será muito importante o trabalho da Comissão de Transição. Essa comissão tem que estar com os olhos voltados para o futuro de Sete Quedas, ver como iremos trabalhar em janeiro. Temos que ter um planejamento. Todos sabem da situação do município hoje, sabem que não vai ser fácil governar nos primeiros meses do mandato. Se tiver que parar alguns setores, vamos parar. É para o bem do município. Temos que ver a situação de tudo, inclusive os salários dos funcionários, e manutenção dos bens de emergência como Saúde, limpeza publica e educação” Comenta o prefeito eleito.
Quanto ao quadro de funcionários o prefeito eleito tem uma preocupação muito grande para solucionar. Pois segundo o Departamento Pessoal da prefeitura, o limite exigido pelo Lei esta excedido, pois houveram contratações de concursados nos últimos meses, excedendo esse limite, e isso exigira uma solução já no inicio do mandato. Casé disse que irá sentar com o Departamento de Recursos Humanos e com a Contabilidade, para ver qual a atitude que deve ser tomada. “Sabemos que esse será um assunto muito indigesto, mas o que tivermos que fazer, vamos fazer. Só não podemos deixar o município pagar por isso. A lei e muito clara, não se deve ultrapassar gastos de 51,3% da arrecadação, com o quadro de funcionários de um município. E pelo que sabemos, aqui esse percentual esta ultrapassado. Não é culpa dos funcionários,  mas as atitudes que tivermos que tomar, vamos tomar. Não é o Casé, é a Lei. Todos vão entender isso”- diz Casé.
Casé deixou claro que estará trabalhando o mês de janeiro para o por o município no caminho certo, dedicando tempo integral à administração do município. “ Quero estar o tempo todo a disposição dos secretários e diretores para sanarmos todos os problemas referentes à administração. Se for necessário gastarmos nosso tempo em reuniões vamos gastar. O importante e que façamos um bom trabalho, principalmente no inicio do mandato, pois as dificuldades serão grandes, e será necessária uma união muito grande de todos os setores da administração para que possamos ter um município funcionando da forma que deve funcionar” finaliza Casé.

About the Author

Posted by salatiel on quinta-feira, dezembro 13, 2012. Filed under , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By salatiel on quinta-feira, dezembro 13, 2012. Filed under , , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "Casé Monta Equipe de Transição em Sete Quedas"

Leave a reply

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
Juntos Por Sete Quedas - Salatiel Da Rádio Acompanha Construção de Moradias Em Sete Quedas

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO