Published On:quinta-feira, 13 de junho de 2013
Posted by JORNAL EDUCADORA

Polícia prende suspeito de matar índio em fazenda de Sete Quedas


Clique na Imagem para ampliá-la
O delegado responsável pelas investigações do caso, Dr. Rinaldo Moreira. Hipótese do crime ter sido cometido em conflitos por terras está totalmente descartada. (Foto: Vilson Nascimento)
Vilson Nascimento
Uma equipe da Polícia Civil de Paranhos, coordenada pelo delegado, Dr. Rinaldo Moreira, prendeu no final da tarde dessa quinta-feira, 13 de junho, um homem de 35 anos, suspeito de matar, na manhã dessa quarta-feira, o indígena Celso Figueredo, de 34 anos, em uma fazenda, no município de Sete Quedas.
O suspeito, Ivonei Gabriel Vieira, é funcionário da Fazenda Califórnia, onde o guarani-kaiowá foi assassinado.
Em entrevista via telefone ao A Gazetanews, Dr. Rinaldo, que comandou pessoalmente as diligências, relatou que na casa de Ivonei a equipe de investigação encontrou uma espingarda calibre 28, mesmo calibre dos cartuchos encontrados no local onde Celso foi morto, oito munições intactas, inclusive uma delas na arma, vestes, inclusive uma camiseta branca com resquícios de sangue e um capacete de motociclista na cor preta.
Segundo o delegado, tanto a camiseta como o capacete, batem com as características apresentando pelo pai da vítima, um indígena de 61 anos, que estava com Celso Figueredo na hora que o rapaz foi morto.
De acordo com o delegado, que é titular na Delegacia de Polícia Civil de Sete Quedas, mas responde pelo expediente na Delegacia de Paranhos, que há mais de ano está sem delegado titular, todo o material apreendido será encaminhado para a perícia.
Segundo Dr. Rinaldo, Ivonei nega o assassinato do indígena e diz que o sangue existente na camiseta de sua propriedade encontrada na casa pode ser de carneiro, já que animais dessa espécie são abatidos com freqüência, segundo o suspeito, naquela propriedade rural.
Segundo o delegado, apesar de negar a autoria do assassinato o indígena, Ivonei foi autuado em flagrante e permanecerá preso pelo crime de posse de arma de uso permitido.
Dr. Rinaldo informou que a fiança não foi arbitrada tendo em vista que Ivonei é o principal suspeito do assassinato de Celso Figueredo.
O crime
O indígena Celso Figueredo, residente na Aldeia Paraguassu, em Paranhos, foi assassinado a tiros por volta das 5h da manhã dessa quarta-feira (12) quando se dirigia, em companhia de seu pai, para a sede da própria Fazenda Califórnia, que fica localizada já no município de Sete Quedas, para, segundo a polícia, receber cerca de R$ 600 reais, valor este fruto de prestação de serviço como diarista na propriedade rural.
Segundo o pai da vítima, ele e o filho se deslocavam a pé, quando um indivíduo usando trajes com as mesmas características dos apreendido na casa do funcionário da fazenda e capacete de motoqueiro na cor preta, teria se aproximado da vítima e efetuado um disparo de espingarda.
Quando Celso Figueredo caiu, o indivíduo teria sacado de outra arma que estaria carregando na cintura e efetuado outros disparos, e como zombaria, ainda teria se sentando sobre o cadáver do guarani-kaiowá.
Polícia descarta conflito por terras
Para a Polícia Civil de Paranhos, que continua trabalhando no caso, está descartada a hipótese que o assassinato tenha ocorrido por questões de conflitos por terra, já que tanto o pai como o filho da vítima trabalhavam na propriedade rural há tempos.
Para a polícia, todos os indicativos apontam que o crime possa ter sido cometido por motivo de vingança.
Clima Tenso
A morte do guarani-kaiowá acabou deixando o clima bastante tenso dentro da Aldeia Paraguassu, que está situada a cerca de 35 quilômetros da sede do município, em Paranhos.
Durante o dia dessa quinta-feira os indígenas, pintados para guerra e armados com tacapes, montaram piquetes na entrada da reserva indígena e só deixavam passar as pessoas que eram de seu interesse.
Segundo informações levantadas pelo A Gazetanews, a situação só ficou tensa no interior da aldeia após a chegada de pessoas estranhas à reserva indígena. Essas pessoas teriam instigado os guarani-kaiowá.
Indígenas moradores na Aldeia Amambai, em Amambai, entre eles, familiares da vítima, também teriam se deslocado para a Aldeia Paraguassu para acompanhar o velório.
Segundo as informações, durante todo o dia dessa quinta-feira o corpo de Celso Figueredo foi velado na Aldeia Paraguaçu, que fica às margens do Rio Iguatemi, mas a idéia da comunidade indígena é enterrar o guarani-kaiowá no local onde foi morto, ou seja, no interior da Fazenda Califórnia, que fica do lado posto do rio, já no município de Sete Quedas.
Existem rumores que a propriedade também possa ser invadida pelos indígenas nas próximas horas.
Fonte: A Gazeta News 

About the Author

Posted by JORNAL EDUCADORA on quinta-feira, junho 13, 2013. Filed under , , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By JORNAL EDUCADORA on quinta-feira, junho 13, 2013. Filed under , , , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

1 comentários for "Polícia prende suspeito de matar índio em fazenda de Sete Quedas"

Leave a reply

DESTAQUE

Salatiel Solicita a Estado a Volta da Emissão de Carteira de Identidade no Município

Vereador Salatiel da Radio no Gabinete da Vice-Governadora Rose Modesto O vereador Salatiel da Radio encaminhou oficio a Vice-Governado...

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO