Bar e Sorveteria do Oswaldo - Venha Passar Momentos Agradáveis. Sorvetes, Espetinhos, Caipirinhas, Bebidas em Geral. Rua Tiradentes, 478, Próximo ao Colégio 13 de Maio. Fone 999267989

Posted by salatiel | quinta-feira, 18 de abril de 2013 | Posted in



Rua Tiradentes, 478, Próximo ao Colégio 13 de Maio. Fone 999267989
































Rapaz é indiciado por furtar moto do DETRAN em Iguatemi

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,



Clique na Imagem para ampliá-la
A Twister furtada do DETRAN e recuperada pela polícia e o acusado de praticar o furto, Robson Corrêa de Abreu, de 22 anos. (Fotos: Divulgação)
Vilson Nascimento
A Polícia Civil identificou e indiciou em inquérito nessa quarta-feira (17) em Iguatemi, um rapaz de 22 anos, acusado de invadir o pátio do DETRAN local e furtar uma motocicleta.
Segundo a polícia, Robson Corrêa de Abreu, morador em Iguatemi, teria cortado a tela da cerca de proteção, adentrado ao pátio do órgão estadual e, com o emprego de uma chave reserva, furtado uma moto Honda Twister, cor prata, que estava recolhida no local.
De acordo com a Polícia Civil, que chegou até o acusado através de trabalho de investigação, após furtar o veículo, Robson Abreu teria levado a motocicleta furtada até a residência de seu pai, situada na região da Vila Nova, em Iguatemi, onde escondeu a Twister. A seu pai o acusado teria relatado que havia comprado a motocicleta.
Identificado, Robson Corrêa foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Iguatemi, onde foi indiciado por furto qualificado, porém como não estava mais em situação de flagrante, acabou liberado para responder ao processo em liberdade.
A moto, que havia sido furtado no domingo, 14 de abril, foi recuperada pela polícia.
Fonte: A Gazeta News 

Homem é suspeito de matar e enterrar a esposa em Tacuru

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , , , ,

Após trabalho de investigação a Polícia Civil prendeu nessa quarta-feira (17), um homem de 57 anos, suspeito de matar a própria esposa e enterrar o corpo no fundo do quintal de casa, em Tacuru.
Segundo a polícia, o desaparecimento de Rosa Pereira Tavares, de 44 anos, teria sido notado por vizinhos e por uma enfermeira que fornecia medicamentos freqüentemente à dona de casa, no dia 18 de março, mas somente uma semana depois é que o marido, Aparecido Barbosa da Silva, o “Madruga”, como também é conhecido, compareceu na Delegacia para formalizar a denúncia do desaparecimento.
De posse da notícia sobre o desaparecimento da mulher, que tinha problemas de saúde e precisava tomar remédios continuamente, os investigadores passaram a atuar no caso.
Há uma semana, durante vistoria no quintal da residência do casal, os policiais encontraram os medicamentos usados por Rosa Tavares enterrados.
Diante da situação, a equipe de investigação, que tinha certa desconfiança sobre o possível envolvimento de Madruga no sumiço da esposa, passou a vê-lo como suspeito, feito que se agravou ainda mais com sua fuga de Aparecido da cidade após os policiais encontrarem o medicamento enterrado no quintal da residência, que fica situada no centro da cidade.
A prisão
Aparecido da Silva, o Madruga, foi preso pela Polícia Civil na tarde dessa quarta-feira quando transitava pelas ruas da cidade, em Tacuru.
Segundo a PC, ao ser detido, Madruga, que já teria cometido um homicídio na região de Paranhos, na fronteira com o Paraguai, confessou que, de fato, ocultou o corpo da esposa, mas negou ter matado Rosa Tavares.
Segundo relatou o acusado à polícia, ele teria chegado em casa e encontrado a mulher já morta no banheiro da residência.
Segundo Madruga, Rosa Tavares apresentava um ferimento na cabeça, possivelmente provocado por uma pancada contra o vaso ao sofrer uma queda.
Ao se deparar com a mulher morta, ao invés de acionar a policia, ele optou por enterrá-la no quintal da casa e ostentar a versão que Rosa havia desaparecido, tese que para a polícia não bate, já que existem informações que Madruga era um marido violento e freqüentemente agredia a esposa.
Na Delegacia de Polícia Civil, em Tacuru, Aparecido Barbosa da Silva, o “Madruga”, de 57 anos, foi autuado em flagrante pelo delegado titular local, Dr. Eduardo Lucena, pelo crime de ocultação de cadáver.
Madruga, que permanece preso, também poderá responder por homicídio qualificado, segundo a polícia.
Fonte: A Gazeta News 

Mulheres Vítimas de Agressão Doméstica Recebem 'Botão do Pânico"

Posted by salatiel | | Posted in , ,


Aparelho aciona proteção à mulheres que sofrem violência em casa.
Expectativa é de que 100 pessoas sejam beneficiadas até o final do mês.

Mulheres participaram de entrega de dispositivo. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)O Dispositivo de Segurança Preventiva (DSP), conhecido popularmente como botão do pânico, foi entregue para 10 mulheres vítimas de violência doméstica no Espírito Santo, na manhã desta segunda-feira (15), no Salão Pleno do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), em Vitória. De acordo com o órgão, as beneficiadas estão sob medida protetiva, como as que determinam que o agressor saia de casa ou mantenha uma distância mínima das vítimas. A expectativa é de que 100 mulheres sejam beneficiadas até o final do mês. 
O botão do pânico é um dispositivo eletrônico de segurança preventiva que possui GPS e também gravação de áudio. No momento em que o botão é pressionado, disponibiliza um processo de escuta e a central de monitoramento recebe um chamado. A Guarda Municipal da capital disponibilizará quatro viaturas para atenderem exclusivamente as demandas relacionadas à Lei Maria da Penha geradas por meio do dispositivo.

De acordo com a secretária nacional de enfrentamento à violência contra as mulheres, Aparecida Gonçalves, o projeto pode ser expandido pelo governo federal. "O Espírito Santo e Alagoas são os estados que mais preocupam no mapa da violência contra a mulher, mas temos visto que os governos têm tomado providências para no mínimo diminuir o número de assassinatos. Esse projeto é o primeiro que efetivamente se concretiza na questão das medidas protetivas das mulheres e nós estamos aqui para ajudar, observar, construir. Se der certo, e acredito que vai dar, ele será um projeto de interesse do governo federal, para se expandir pelo país inteiro", frisou.
As primeiras mulheres com o botão do pânico participaram de audiência com a juíza Clésia dos Santos Barros, titular da 11ª Vara Criminal de Vitória, com competência exclusiva para julgar crimes relacionados à violência doméstica. Segundo Clésia, atualmente cerca de 4,5 mil mulheres estão sob medida protetiva em Vitória e um dos objetivos da justiça é tornar o botão do pânico acessível a todas elas em algum momento.
Botão do pânico poderá ser acionado por vítimas de agressão moradoras de Vitória. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Botão do pânico poderá ser acionado por vítimas
de agressão. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
O presidente do Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Fonavid), juiz Álvaro Kalix, destacou na manhã desta segunda-feira (15), que o Botão do Pânico passará a ser uma das mais importantes ferramentas de controle das medidas protetivas a mulheres vítimas de violência. “Precisamos evitar que o mal maior aconteça. Não basta apenas punirmos os agressores; é importante que nós, magistrados, tenhamos mecanismos eficientes para coibir um delito contra mulheres. O Botão do Pânico vai antecipar a chegada dos agentes de segurança a um local de possível agressão”, afirmou o juiz.
Todas as mulheres, previamente intimadas para assinar termo de compromisso quanto ao uso do botão do pânico, são vítimas de violência e possuem medida protetiva contra os agressores, pois, apesar das providências adotadas no âmbito da Justiça, estão em risco contínuo. “Estamos aqui para explicar que o botão deve ser utilizado especificamente no caso de violações de medida protetiva”, explicou a diretora institucional do Instituto Nacional de Tecnologia Preventiva (INPT), Franceline de Aguilar Pereira.
Intimidações
Alguns relatos durante a audiência apontam as intimidações sofridas no dia-a-dia. São mensagens eletrônicas, telefonemas e até recados pelos amigos, que deixam vítimas temerosas por suas vidas e de familiares. Um ex-companheiro, mesmo vivendo outro relacionamento, continua ameaçando a ex-mulher. “Quero lembrar que a Vara de Violência Doméstica, mesmo após o Botão do Pânico, continuará de portas abertas para que as vítimas comuniquem o que quiserem contra agressores”, afirmou a magistrada Clésia Barros.
A juíza ainda lembrou que em caso de ameaça contra familiares o botão também pode ser acionado. “Um ato contra seu familiar é para te atingir, por isso, a Central de Atendimento pode ser acionada”, comunicou.
Funcionamento
Além de receber a localização exata do dispositivo enviada pelo GPS, a Central de Monitoramento iniciará a gravação do áudio ambiente, que será armazenado em um banco de dados à disposição da Justiça. Toda a conversa poderá ser utilizada como prova judicial contra o agressor.
G1

Operadoras Vão Bloquear Celulares Piratas

Posted by salatiel | | Posted in , ,



Operadoras de telefonia celular que atuam no Brasil, como Vivo, Tim, Claro e Oi, trabalham em conjunto para criar um banco de dados único de códigos internacionais de identificação de dispositivos móveis (IMEI, na sigla em inglês). Com o novo cadastro, que estará pronto até o final do ano, as operadoras estarão aptas a bloquear o uso de celulares não-homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já no início de 2014.
 
O bloqueio de celulares não-homologados (modelos que não passaram por testes de laboratórios credenciados pela Anatel), tenta inibir a venda de aparelhos piratas no Brasil.
A categoria de celulares não-homologados inclui aparelhos importados ilegalmente, de grandes fabricantes ou sem marca, modelos falsos que imitam celulares populares e também os celulares que chegam ao Brasil nas malas dos viajantes que voltam do exterior.
De acordo com a Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), os celulares não-homologados representam entre 5% e 10% da base instalada de celulares no País. Atualmente existem 263 milhões de linhas ativas, segundo a Anatel. “O objeto desta ação são os celulares piratas, que apresentam defeitos acima da média, pois usam componentes de qualidade inferior e entram no Brasil sem recolher impostos”, diz Eduardo Levy, diretor-executivo da Telebrasil.

Esforço coletivo

As conversas sobre o bloqueio de celulares sem homologação começaram há cerca de um ano, quando a Anatel convocou as operadoras para uma discussão sobre o assunto. Durante o ano passado, a agência e as operadoras discutiram o método mais eficiente para bloquear os celulares piratas e quais ajustes seriam necessários para que as operadoras iniciassem o bloqueio. O trabalho só começou em 16 de janeiro de 2013, quando a Anatel expediu um despacho com as diretrizes para a construção do banco de dados e do sistema que bloqueará os celulares não-homologados.
O sistema de bloqueio escolhido pelas operadoras será baseado no número único de identificação, o IMEI, que cada aparelho recebe ainda na fábrica. O cadastro que será criado pelas operadoras incluirá o IMEI de todos os novos celulares vendidos a partir de janeiro de 2014, quando o bloqueio passa a valer. Ao tentar usar um chip de qualquer operadora em um celular pirata, a rede verificará o IMEI e, caso ele não conste na base, o celular não será habilitado. Celulares não-homologados comprados antes de janeiro de 2014 não serão desligados pelas operadoras.
O IMEI já é usado para bloquear celulares remotamente, quando um cliente avisa a operadora que foi perdido ou roubado. Neste caso, o IMEI do celular do cliente é cadastrado em uma “lista negra” compartilhada pelas operadoras, o chamado Cadastro de Equipamentos Móveis Impedidos (CEMI). Dessa forma, quando outra pessoa tenta usar o aparelho, a rede celular não permite fazer ligações, enviar mensagens de texto (SMS) ou navegar na web.

Guerra aos clones

Para o plano dar certo, no entanto, as operadoras enfrentarão um grande desafio: os IMEIs adulterados ou clonados. Para enganar a rede da operadora, muitos celulares sem marca ou que imitam modelos populares recebem um IMEI igual ao já atribuído a outro aparelho vendido no mercado formal ou um número inexistente. Neste caso, a operadora terá de fazer uma investigação interna para descobrir qual dos clientes usa o celular homologado, antes de impedir o acesso dos aparelhos à rede.
“Já vi celulares com IMEI zerado e um mesmo número replicado na memória de vários aparelhos. É um processo bem caseiro, eles [os contrabandistas] geram os números aleatoriamente, a partir de um número válido”, disse ao iG um consultor do setor de telecomunicações que preferiu não ser identificado. O processo de verificação desses aparelhos pode atrapalhar o trabalho da ABR Telecom, empresa responsável pela gestão da portabilidade numérica e que, segundo Levy, também será responsável pela gestão do novo sistema de bloqueio.

Importação “na mala”

Apesar de a fiscalização da Anatel estar concentrada em reduzir o uso de celulares piratas, a medida afeta também consumidores que compram smartphones no exterior para usar no Brasil. Como o IMEI desses aparelhos não constará no novo banco de dados das operadoras, em tese eles poderiam ser rejeitados quando o usuário tentasse fazer uma ligação com um chip de uma operadora local.
Contudo, como esses usuários são, em geral, consumidores ávidos de planos de dados, as operadoras trabalham em uma solução que não os impeça de utilizar os serviços de telefonia móvel. “Estamos em discussão para dar ao cliente de boa fé a possibilidade de conseguir falar durante um período, até que o celular seja homologado pela fabricante no País”, diz Levy, da Telebrasil.
As operadoras e a Anatel ainda não chegaram a um consenso sobre o tempo máximo permitido para o uso de celulares comprados no exterior que não tenham homologação no Brasil. No entanto, já está certo que, se o fabricante não homologar o produto neste período – porque não tem interesse em lançar o aparelho no Brasil, por exemplo ,– o celular será impedido de se conectar à rede de qualquer operadora ao fim do prazo.
A mesma política será adotada para os estrangeiros que visitarem o Brasil durante a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016. A operação do sistema de bloqueio não deve ter impacto no serviço de roaming (quando um cliente de uma operadora habilita sua linha para funcionar no exterior, por meio da rede de uma operadora local), mas Levy afirma que os turistas que comprarem chips pré-pagos de operadoras brasileiras para usar no período da viagem também não serão bloqueados.

Consumidor poderá recorrer, diz Procon

No regulamento para uso do serviço móvel pessoal, estabelecido pela Anatel por meio da resolução 477, publicada em agosto de 2007, a agência define que é um dever dos clientes do serviço de telefonia móvel usar apenas aparelhos que possuam certificação expedida ou aceita pela Anatel. “Se o consumidor comprar um produto sabendo que é pirata, não tem jeito. Ele terá de reclamar direto na origem”, diz Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da associação de consumidores Proteste.
Contudo, se depois de janeiro de 2014 um consumidor comprar de boa fé um celular não-homologado e não conseguir usar o aparelho, ele poderá acionar a revenda e a operadora na Justiça para ter ressarcido o valor da compra. “O direito do consumidor resguarda a informação prévia. Como se trata de uma grande mudança, ela deve ser amplamente comunicada ao consumidor”, diz Fátima Lemos, assessora técnica do Procon-SP, aoiG .
Segundo Levy, da Telebrasil, as operadoras já preparam campanhas para esclarecer os consumidores sobre o que é um celular pirata e como identificar que um aparelho foi homologado pela Anatel na hora da compra. “Queremos que a notícia se espalhe e teremos um prazo suficiente para informar as pessoas. Vamos orientar os clientes a trocar seus aparelhos irregulares por modelos homologados pela Anatel”, diz Levy.




Fonte: Último Segundo

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
Juntos Por Sete Quedas - Salatiel Da Rádio Acompanha Construção de Moradias Em Sete Quedas

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO