Conflito entre índios e produtores deixa feridos em Sananduva/RS

Posted by salatiel | terça-feira, 16 de julho de 2013 | Posted in ,

No fim da tarde desta segunda-feira (15), um confronto entre produtores rurais e índios da etnia Kaingang deixou três agricultores feridos em Sananduva/RS, na comunidade São Caetano. Oa agricultores Aurélio Signoratti, Altair Caldeirão e Ademar Benetti deram entrada no Hospital Beneficente São João, com ferimentos desferidos por pauladas e pedradas, e um deles teve ferimento no olho e no crânio e foi submetido a uma avaliação neurológica. Informações do presidente do Sindicato Rural da cidade, Jeferson Camozzatto, dão conta de que um indígena também teria sido ferido em outro conflito acontecido há 2 km dali. Com a chegada da Brigada Militar, onde muitos tiros foram disparados, inclusive pelos índios, a situação foi controlada. Porém Camozzatto relatava às 19 horas da noite desta segunda que mais produtores rurais e mais índios estão voltando ao local e, por isso, o risco de que um conflito acontecesse durante a noite era iminente. "Se eles (produtores) voltarem eu acho que isso não vai ter fim. Os agricultores não vão mais querer se pegar despreparados e vão querer defender o que é deles", disse. Além disso, completa dizendo que indígenas já teriam atirado nos produtores que ainda estavam na comunidade na sexta-feira (12) à noite. 
No link a seguir, veja a entrevista concedida por Jeferson Camozzatto para o jornalista João Batista Olivi na 3ª edição do programa Mercado & Cia, às 18h30 (Brasília) desta segunda-feira:
Os produtores teriam caído em uma armadilha. Eles afirmam que havia um acordo de que os índios deixariam a propriedade e retornariam a seu local de origem, dizendo que estariam apenas esperando por um caminhão para levá-los. Diante disso, muitos produtores que estavam dando apoio  à propriedade invadida reduziram a vigilância e se retiraram. Com isso, os índios, ao verem que haviam poucos produtores presentes no local, cercaram o salão comunitário onde estavam os agricultores e os agrediram.
Entre os feridos está Ademar Benetti, um produtor rural de cerca de 60 anos com risco de traumatismo craniano causado por uma paulada, e também de perder um olho. Benetti foi encaminhado a Passo Fundo para exames mais complexos. Benetti deu uma entrevista ao jornalista João Batista Olivi nesta segunda-feira no programa Mercado & Cia das 13 horas, relatando sobre a situação da invasão. Na entrevista, o produtor afirmou que a FUNAI e algumas ONGs internacionais teriam influenciados os mais de 100 indígenas a invadirem a propriedade, que tem pouco mais de 2 hectares. Clique aqui e assista à entrevista do produtor. 
A situação só não se agravou mais porque o caminhão que levava mais índios de outras comunidades para darem continuidade à invasão e ao conflito quebrou antes de chegar ao local. Pouco depois de iniciado o confronto, a polícia militar chegou e conseguiu acalmar a situação, segundo coordenador do Sindicato da Agricultura Familiar de Sananduva, Sidimar Lavandoski. 
Somente na comunidade São Caetano moram cerca de 40 famílias. Ao todo, a região de Sananduva engloba cinco comunidades com aproximadamente 152 propriedades com uma média de 12 hectares cada, de agricultores familiares e pequenos produtores. Uma dessas comunidades, a Consoladora, que fica entre Sananduva e Cacique Doble, também foi invadida há aproximadamente duas semanas. De acordo com o coordenador, há um processo administrativo sobre as demarcações dessas terras, mas que ainda precisa passar por, pelo menos, mais quatro etapas.

Mulher avisa no Facebook que foi baleada e é encontrada morta

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,


Uma comerciante foi encontrada morta dentro de sua casa, em Guriri, em São Mateus, no norte do Espírito Santo, na noite de domingo. Segundo a Polícia Civil do Estado, a polícia foi chamada à casa de Edna Célia Souza Oliveira, 41 anos, às 23h15 e, ao chegar ao local, a mulher foi encontrada caída, com dois tiros no corpo. Às 23h11, quatro minutos antes do registro da ocorrência feito pela polícia, uma publicação no perfil no Facebook de Edna, feita pelo celular, afirmava que ela havia sido baleada. "Acabei de levar um tiro aqui dento (sic) de casa", diz a mensagem.
Amigos da vítima que comentaram a publicação de Edna em seu perfil minutos depois do registro demonstraram preocupação com a vítima. Menos de uma hora depois de a mensagem ser compartilhada, um usuário, que se identifica como irmão da comerciante, afirma que ela está morta.
Até as 18h20, a publicação havia sido compartilhada por cerca de 3,2 mil pessoas no Facebook.
 
 
O caso foi registrado na Delegacia de Crimes Contra a Vida de São Mateus, que investigará o caso. Segundo a Polícia Civil, não há confirmação se a publicação foi feita pela vítima ou por uma outra pessoa. Ainda não há informações sobre suspeitos e a razão do crime.
Fonte: Midiamaxnews 

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO