Published On:terça-feira, 5 de dezembro de 2017
Posted by Flexnews

Congresso do Paraguai Aprova Lei Que Permite Plantio de Maconha

Clique na Imagem para ampliá-la





O Congresso do Paraguaiaprovou um projeto de lei nesta terça-feira (5) que cria um sistema patrocinado pelo estado para importar sementes de maconha e cultivar a planta para uso medicinal, decisão que segue outros países da América Latina.
Paraguai autorizou a importação do óleo de cannabis em maio, sob controle do Ministério da Saúde, e a decisão desta terça foi celebrada por pacientes e seus entes queridos por tornar o produto mais facilmente disponível.
A filha de Cabanas possui a síndrome de Dravet. A família pagava 300 dólares por mês pelo óleo de cannabis importado.
PeruChileArgentina e Colômbia já legalizaram a maconha para uso medicinal. O Uruguai legalizou totalmente a plantação e a venda de maconha para uso indiscriminado.
O projeto deverá ser sancionado pelo Executivo uma vez que foi apoiado pelo Ministério da Saúde.
O cultivo de maconha para fins recreativos é ilegal no Paraguai, ainda que o país seja fonte chave de maconha ilegal traficada para Brasil e Argentina.
Fonte: G 1 

About the Author

Posted by Flexnews on terça-feira, dezembro 05, 2017. Filed under , , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By Flexnews on terça-feira, dezembro 05, 2017. Filed under , , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "Congresso do Paraguai Aprova Lei Que Permite Plantio de Maconha"

Leave a reply

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

GANHE DINHEIRO - CLICKE AQUI

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Salatiel Acompanha Obra que Finaliza 100% de Pavimentação no Jardim Carimbó

O Vereador Salatiel da Rádio, esteve visitando as obras de pavimentação asfáltica que estão em andamento no Jardim Ca...

V Í D E O S

V Í D E O S
VÍDEO - PASSEANDO POR SETE QUEDAS - PARTE II

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA COM O CANTOR MARCELO TEODORO

    ARQUIVO