Published On:terça-feira, 23 de julho de 2019
Posted by salatiel

CRISE : Vários Médicos do Hospital Da Vida Pedem Demissão






A situação do Hospital da Vida parece ir de mal a pior. O diretor clínico da unidade, Raul Espinosa, marcou para amanhã uma assembleia geral com a equipe médica da unidade para discutir as problemáticas diárias do principal hospital público da região. 
O local é ‘porta de entrada’ do SUS (Sistema Único de Saúde) e atende
 pacientes não só de Dourados, mas de toda a Grande Dourados, Vale
 do Ivinhema, Conesul e região de fronteira, incluindo até pacientes do 
Paraguai, que entram via municípios fronteiriços.
Segundo documento ao qual o Dourados News teve acesso, Espinosa
 trata do assunto com preocupação. O ofício informa o reagendamento
 do encontro após o primeiro, marcado para o dia 19, ter sido cancelado
 por ausência de vários profissionais. 
“Como os problemas do Hospital da Vida vêm se avolumando com risco
 de morte para pacientes, temos informado de forma insistente e 
persistente aos responsáveis pela administração. É necessária uma 
posição do Corpo Clínico. Até o momento já são oito colegas do Pronto
 Socorro que colocaram a sua carta de demissão com prazo até o dia 
31 de julho, de tal forma que existe a probabilidade de ficarmos somente
 com seis médicos nesta área”, afirma o documento. 
O diretor clínico garante que o encontro de amanhã (25), programado 
para acontecer no salão da Igreja Presbiteriana do Brasil, às 18h30, 
será realizado independente da presença ou não dos médicos 
novamente convocados. 
“Cada coordenador das Especialidades poderá apresentar suas 
reivindicações e dificuldades enfrentadas no Hospital da Vida, por 
período de cinco minutos”, completa Espinosa. 
APENAS URGÊNCIA E TRAUMA 
Nesta semana a secretaria municipal de Saúde informou que a partir do
 mês de agosto, o Hospital da Vida passará a atender apenas casos de
 urgência e trauma. A mudança é motivada pela reorganização do fluxo 
no HV, que passa por obras de reforma e ampliação.
Os demais atendimentos serão acumulado na UPA (Unidade de Pronto
 Atendimento) e unidades básicas de saúde.
Atualmente, três unidades de saúde da rede municipal têm horário 
diferenciado, com atendimento estendido até às 22 horas, que são as
 UBS da Seleta, do Parque das Nações 2 e da Vila Cachoeirinha. A 
UPA atende 24 horas.
OUTRO LADO
O Dourados News buscou contato com o diretor clínico do HV para 
esclarecimentos desses tais “problemas que vêm se acumulando”. 
No entanto a reportagem foi informada de que ele só irá se posicionar
 após a assembleia agendada para amanhã. 
Buscamos também contato com a secretária municipal de Saúde, 
Berenice Machado. A dirigente da pasta disse desconhecer as 
acusações do diretor clínico e completou dizendo que os salários 
estão sendo pagos em dia. 
“Eu não sei quais são os problemas, porque para o pagamento dos
 médicos plantonistas, dentro de 30 dias eu fiz três competências. 
Hoje e amanhã estarei pagamento as especialidades. O resto eu 
não sei o que que é. A gente tá mudando o fluxo, organizando, eu 
não sei o que é que ele quer”, disse Berenice.
Administrado pela Funsaud (Fundação de Saúde de Dourados) e 
sob intervenção da Sems há 30 dias, o Hospital da Vida tem custo
 mensal de R$ 6 milhões. No entanto, o repasse feito pelo Governo
 Federal à autarquia, que também gerencia a UPA, gira em torno de 
R$ 4 milhões. 
Como medida de economia, o atendimento do HV a partir do mês 
que vem será destinado apenas para urgência e trauma. Demais 
emergências e atendimentos em especialidades serão destinados à
 unidade de pronto atendimento, postos de saúde e hospitais de 
referência, como Evangélico e Universitário. 
Sobre a demissão em massa de oito dos 14 médicos que atendem o 
pronto socorro do hospital, Berenice garante que a situação já tem 
solução encaminhada. A secretária disse à reportagem que novos 
médicos foram contratados e iniciam o expediente já neste final de 
semana. 
“Em 30 dias eu não consigo arrumar tudo. Eu preciso que eles tenham
 paciência e me ajudem a organizar. Porque aí teve a intervenção e os 
diretores se viraram contra a gente, entendeu? Assim não dá. Estou 
conversando, estou arrumando, têm novos médicos vindo para 
Dourados. E eu vou te falar um coisa, vai ficar no Hospital da Vida 
médicos comprometidos, que queiram trabalhar. Vamos pagar em 
dia, mas nós queremos resultados. O atendimento tem que ser feito
 por médicos comprometidos. A escala de plantão já está definida e
 não vai ter mais furos”, finalizou.

About the Author

Posted by salatiel on terça-feira, julho 23, 2019. Filed under , , . You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. Feel free to leave a response

By salatiel on terça-feira, julho 23, 2019. Filed under , , . Follow any responses to the RSS 2.0. Leave a response

0 comentários for "CRISE : Vários Médicos do Hospital Da Vida Pedem Demissão"

Leave a reply

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO