Esse é o Último Mês Para Vereadores Trocarem de Partido Para as Próximas Eleições

Posted by salatiel | segunda-feira, 2 de março de 2020 | Posted in , ,


Os vereadores que pretendem disputar a reeleição ou a prefeitura de sua cidade podem mudar de partido sem sofrerem nenhuma punição da legenda a partir da próxima quinta-feira (5).
O prazo da chamada janela partidária termina no dia 3 de abril, seis meses antes do pleito. O primeiro turno será realizado em 4 de outubro e o segundo turno no dia 25 do mesmo mês, segundo informou o portal Agência Brasil.
De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prazo é considerado para a justa causa necessária para a mudança partidária dos detentores do cargo de vereador que queiram concorrer às eleições majoritárias (prefeitura) ou proporcionais (reeleição).  Ao trocarem de partido, os parlamentares buscam mais recursos e apoio político para as campanhas. 
Topmidianews

Com Flexibilização da Cota Zera, Pescador Agora Poderá Transportar 1 Peixe

Posted by salatiel | | Posted in , ,

Em edição extra do Diário Oficial do Estado, o Governo de Mato Grosso do Sul flexibilizou o decreto nº 15.166, que ficou conhecido como decreto da Cota Zero, e a partir do fim do período de defeso os pescadores amadores poderão transportar um exemplar de peixe e cinco exemplares de piranha.
O decreto ficou popularmente conhecido por este nome justamente porque a temporada 2020 da pesca só autorizava o consumo do peixe no local da captura e "cota zero" como o limite para o transporte de pescado proveniente da pesca amadora.
"Nós tínhamos uma reivindicação principalmente nas pousadas que tivessem a possibilidade de pelo menos um exemplar. Então nós atendemos dessa forma, aquele pescador que ainda vem fazer a pesca e levar um exemplar. [Porque] ele não vai pescar só um exemplar; vai pescar 10; 15 exemplares, então quanto mais peixes nós tivermos mais atrativo é o estado", explicou o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.
"Nós tínhamos uma reivindicação principalmente nas pousadas que tivessem a possibilidade de pelo menos um exemplar. Então nós atendemos dessa forma, aquele pescador que ainda vem fazer a pesca e levar um exemplar. [Porque] ele não vai pescar só um exemplar; vai pescar 10; 15 exemplares, então quanto mais peixes nós tivermos mais atrativo é o estado", explicou o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.
"Nas chamadas espécie nobres nós estabelecemos o tamanho máximo que não tava previsto na legislação anterior, já estava previsto no decreto, mas eles fizeram uma reivindicação que a gente estudasse um pouco as medidas e nós ampliamos as medidas em relação ao decreto", disse Verruck.
CÂMARA SETORIAL
O debate sobre os regramentos estabelecidos pelo decreto nº 5.166 também motivou o governo do Estado a criar a Câmara Setorial da Pesca, instância que deverá favorecer o permanente diálogo entre todos os setores envolvidos na cadeia produtiva da pesca.
De acordo com o titular da Semagro, os cadastros de pescadores do Estado estão sendo revisados e incrementadas as ações de fiscalização, por meio da PMA (Polícia Militar Ambiental) e Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Quais as Chance de Se Morrer Com o "CORONAVÍRUS"

Posted by salatiel | | Posted in , ,

O secretário de Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, afirmou que o governo estimava que a taxa de mortalidade girava "em torno de 2%, ou menos".
Mas isso depende de uma série de fatores, como idade, gênero, condições de saúde e o sistema de saúde no qual você está inserido.
É um nível de dificuldade de doutorado para cima. Até mesmo contar o número de casos é complicado.
A maioria dos infectados por grande parte dos vírus passará incólume, porque as pessoas tendem a não ir ao médico quando os sintomas são leves.
No surto atual, as diferentes taxas de mortalidade que são divulgadas pelos países ao redor do mundo dificilmente indicam que o vírus sofreu mutações.
Segundo uma pesquisa da universidade Imperial College, de Londres, isso acontece porque cada país enfrenta dificuldades maiores ou menores para contar os casos brandos, que são mais difíceis de serem contados.
Dessa forma, os casos que ficam fora do radar resultam facilmente em uma taxa de mortalidade superestimada. Mas isso também pode gerar outros problemas.
Leva tempo até que uma infecção resulte em recuperação ou morte.
Se você incluir todos os casos que ainda não tiveram um desfecho, você pode subestimar a taxa de mortalidade porque não está considerando os casos que acabarão em morte mais adiante.
Cientistas então combinam diversos fragmentos de evidências para cada uma dessas questões a fim de tentar construir um quadro geral da taxa de mortalidade.
Por exemplo, eles estimam a proporção de casos com sintomas leves de pequenos grupos de pessoas selecionados que eles estão monitorando, como os repatriados que saíram da China em direção a seus países de origem.
Mas diferentes respostas obtidas nesses fragmentos de evidências podem levar a grandes variações no quadro geral.
Se você só usar dados da província chinesa de Hubei, onde a taxa de mortalidade tem sido muito maior do que em qualquer lugar da China, então essa taxa vai parecer muito pior.
Assim, os pesquisadores estimam tanto uma faixa de variação quando o número mais provável.
Mas nem isso conta a história completa, porque não há apenas uma taxa de mortalidade.

Quais são os riscos para pessoas como eu?

Alguns grupos de pessoas são mais suscetíveis a morrerem se contraírem o novo coronavírus: idosos, aqueles que já têm doenças pré-existentes e, talvez, os homens.
Na primeira grande análise de mais de 44 mil casos na China, a taxa de mortalidade de idosos foi dez vezes mais alta do que entre aqueles de meia idade.
© BBC
A taxa de mortalidade era ainda mais baixa entre quem tem menos de 30 anos — foram oito mortes entre 4.500 casos.
E as mortes eram cinco vezes mais comuns entre as pessoas que tinham diabetes, pressão alta ou doenças cardiovasculares ou respiratórias.
Há também um número levemente mais alto de mortes entre os homens, em comparação às mulheres.
Todos esses fatores influenciam uns aos outros e não temos ainda uma estimativa completa e precisa de cada grupo de pessoas em cada região.
Ao menos 621 pessoas foram infectadas no cruzeiro Diamond Princess, atracado no Japão© Getty Images Ao menos 621 pessoas foram infectadas no cruzeiro Diamond Princess, atracado no Japão
Qual é o risco para as pessoas no lugar onde moro?
Um grupo de homens de 80 anos ou mais na China pode enfrentar riscos muito diferentes de homens da mesma faixa etária na Europa ou na África.
Os prognósticos também dependem do tratamento que eles obtêm.
Outro ponto é que isso varia também em relação ao estágio do surto no país.
Se um surto se instala, o sistema de saúde pública pode ser inundado de casos, e em qualquer país só há poucas unidades de terapia intensiva ou com ventilação mecânica disponíveis.
Pacientes com coronavírus na Inglaterra estão sendo tratados no centro especializado no hospital Royal Free, em Londres© Getty Images Pacientes com coronavírus na Inglaterra estão sendo tratados no centro especializado no hospital Royal Free, em Londres

O novo coronavírus é mais perigoso que a gripe?

Não é possível comparar com propriedade as taxas de mortalidade dessas doenças, porque muitas pessoas com sintomas leves optam por não ir ao médico (ou são orientadas a isso).
Então, não é possível precisar quantos casos há de gripe, ou de qualquer outro vírus, a cada ano. Há estimativas.
Mas a gripe continua a matar pessoas no Reino Unido, como faz todo inverno.
Com a evolução dos dados, os cientistas são capazes de desenvolver um quadro mais preciso de quem está sob risco maior quando o surto de coronavírus se instala no país.
De todo modo, a principal recomendação da Organização Mundial da Saúde para se proteger de todos os vírus respiratórios é lançar mão de medidas como: lavar as mãos, evitar se aproximar de quem estiver tossindo ou espirrando e tentar não tocar seus olhos, nariz e boca, além de manter hábitos saudáveis.

Goleiro Bruno Diz Que Confessou o Crime Pra Diminuir Pena: __Foi Tudo Ensaiado.

Posted by salatiel | | Posted in , , ,

Goleiro Bruno deixando prisão na cidade de Varginha© Getty Images Goleiro Bruno deixando prisão na cidade de Varginha
Atualmente sem clube, o goleiro Bruno, 35, fez declarações fortes e inéditas sobre a morte da modelo Eliza Samudio, caso que completará dez anos em junho próximo. Em entrevista exclusiva ao jornal "O Tempo", ele disse que o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, não matou a garota, desacreditou das provas apresentadas no tribunal, disse que foi feito um acordo para que ele e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, confessassem o crime para reduzir a pena e colocou o júri sob dúvida.
"Existem várias situações nos bastidores a que vocês não tiveram acesso. Aquela fala minha no dia do júri foi tudo ensaiado. Aquele negócio que eu falei – ‘eu sabia’ [da morte] –, aquilo tudo foi ensaiado; da mesma forma, o Macarrão. Ofereceram um tanto de anos de cadeia que, ‘se você falar isso, você toma tanto, se você não falar, você vai tomar tanto’; A gente já estava havia três anos preso", disse Bruno ao jornal, em texto publicado nesta segunda-feira (2).
A afirmação do goleiro é que a promotoria negociou também a implicação de outros acusados em troca de uma pena menor. A reportagem do jornal conversou com o advogado de acusação José Arteiro, que foi destituído do caso pela mãe da modelo, Sônia de Fátima Mouro. 
Arteiro demonstrou ter conhecimento de que havia o encaminhamento de um acordo.
“Eu falei com o Macarrão que arrumava uma pena pequena para ele, porque, para um crime daquele tamanho, a pena seria de até 25 anos, mas que, para ele, eu arrumava 15 anos. Aí, essa parte [sobre o acordo] eu não posso falar porque foi um acordo com o promotor e a juíza, entendeu? Eu pedi para [a juíza]. E, finalmente, nós fomos ao julgamento, e o Macarrão foi condenado a 15 anos de prisão”, disse o advogado, que foi destituído pela mãe da modelo no quinto dia de julgamento.
O promotor do caso foi Henry Wagner Vasconcelos de Castro, enquanto a juíza Marixa Fabiane Rodrigues Lopes presidiu o júri popular.
Macarrão foi condenado a 15 anos, Bruno pegou 22 anos e três meses (atualmente cumpre prisão domiciliar) e Bola, 22 anos. Este último foi condenado pela morte da modelo e também pela ocultação do cadáver da jovem (até hoje o corpo dela não foi encontrado).
“Até que me provem o contrário, para mim, o Bola é inocente. Nesse caso, ele é. Quero avaliar a prova que liga o Bola a esse assunto. Não tem. Foi muito mais naquela época lá, que tinha que condenar, quando o Macarrão falou no júri que o ‘Bruno agora é o mandante, agora fecha. O Bola é o executor’. Tá, ele é o executor, prova isso. Prova também que eu sou o mandante”, disse Bruno na entrevista ao jornal "O Tempo".
“Não conheço ele de lugar nenhum, nunca vi o Bola na minha vida. Todos os amigos que eu tinha eu sempre registrei, sempre estiveram nas minhas fotos, uns conhecem os outros, mas o Bola não conheço. A meu ver, pelo que eu já ouvi de história, é muito mais perseguição do que ele nesse caso”, acrescentou sobre Bola.
Bruno afirmou que Macarrão foi o responsável pela morte de Eliza Samudio e que somente ele poderia esclarecer o que aconteceu.
“Acho que ele deve isso para a sociedade. Se ele foi a última pessoa a estar com a Eliza, por que ele não fala onde ela está então? Fala o que aconteceu realmente com ela. Não o que ele falou lá no júri, porque o júri é mentira”, disse Bruno.
Vale lembrar que Bruno revelou no tribunal uma conversa com Macarrão e um primo sobre a modelo. “Perguntei pra eles ‘poxa, cadê a Eliza? Pelo amor de Deus, o que vocês fizeram com ela?’. Macarrão falou: 'Eu resolvi o problema. O tal problema que tanto te atormentava'”, disse o goleiro no julgamento, em 8 de março de 2013.
“Falei com ele ‘Macarrão, pelo amor de Deus, cara, o que você fez? Por que você fez isso? Não tinha necessidade, não, cara'”, disse Bruno no mesmo dia.

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Rio Iguaçulzinho Receberá Ponte de Concreto, Salatiel Acompanha Obra

O Município de Sete Quedas e o Ministério do Desenvolvimento Regional, através da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, consegu...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO