Sete Quedas x URSO de Mundo Novo Fazem Final do Conesul de Futebol Neste Domingo

Posted by salatiel assis | domingo, 31 de agosto de 2014 | Posted in , , ,


Sete Quedas x Urso de Mundo Novo fazem a final do Campeonato Regional do Conesul neste Domingo em Sete Quedas na Poli Esportiva. Com a vitória fora de casa no primeiro confronto, a equipe setequedense tem a vantagem de poder perder por até um gol de diferença que ainda sai campeã.

A partida terá inicio as 14 horas, e decidirá o grande campeão do Maior campeonato Regional  do Conesul.


Confronto Anterior

A equipe de Sete Quedas, saiu na frente nos dois confrontos das finais do Campeonato Conesul de Futebol 2014. A equipe setequedense saiu vitoriosa com dois gols de Campanário e um de “Bugão”, batendo o URSO em plena “Toca do Urso” em Mundo Novo pelo placar de 3x1 na manhã desse domingo. Com a vitória fora, a equipe abriu grande vantagem para o jogo decisivo das finais do próximo domingo em Sete Quedas.
Com esse resultado, o time da fronteira comandado pelo técnico Andeis Mendonça, pode até perder a partida de volta no Estádio José Valci Araújo em Sete Quedas por um gol de diferença que mesmo assim fica com o título da competição regional.
Para o União Recreativo Social Olímpico (URSO), que tem no comando o técnico Natalino Guerreiro, ficar com o título terá que vencer o jogo de volta pelo placar de no mínimo três gols de diferença.
Uma vitória da equipe mundonovense por dois gols de diferença leva o jogo para a prorrogação e persistindo este resultado, a decisão do título irá para os pênaltis.
O prefeito de Sete Quedas, Casé que esteve presente, acompanhando a equipe, disse da importância do resultado. "Sabemos da qualidade de nossa equipe, e sabemos que temos condições de sairmos campeões do Conesul. Ainda não esta nada ganho, mas vamos lutar para conquistar esse importante titulo para nossa cidade. Parabéns a toda equipe, jogadores e comissão pela vitória" finalizou o prefeito.  

Mara Caseiro lança Campanha Neste Sábado em Amambai

Posted by salatiel assis | sexta-feira, 29 de agosto de 2014 | Posted in , ,


A deputada estadual Mara Caseiro, candidata a reeleição pelo PTdoB realiza, na noite deste sábado, 30 de agosto, o lançamento oficial de sua candidatura em Amambai.
Segundo o ex-vereador do município, Cristino Toledo, hoje um dos apoiadores da deputada em Amambai, o ato de lançamento está previsto para acontecer a partir das 19h no salão de eventos da ACIA (Associação Comercial e Empresarial de Amambai).
Lideranças políticas e representantes de classes do município estão sendo aguardadas para a reunião que, segundo a coordenação, será aberta a participação de toda a sociedade amambaiense.
A deputada Mara Caseiro é da região Cone Sul de Mato Grosso do Sul e tem sua base política na cidade de Eldorado, no extremo sul do Estado, município onde exerceu a vereança e foi prefeita por dois mandatos consecutivos.
Fonte: A Gazeta News 

Tacuru está entre as cidades da operação da polícia que apreendeu 2 toneladas de produtos clandestinos.

Posted by JORNAL EDUCADORA | quinta-feira, 28 de agosto de 2014 | Posted in ,



Cinco cidades do interior de Mato Grosso do Sul foram alvo de uma operação da Polícia Civil em conjunto com a Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e o Mapa (Ministério da Agricultura de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), que apreendeu duas toneladas de produtos contrabandeados.

As fiscalizações foram feitas entre os dias 18 e 23 de agosto em Tacuru, Laguna Caarapã, Aral Moreira, Douradina e Dourados. A Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) coordenou toda a ação.

Entre os produtos de origem animal apreendidos estão carnes bovinos, suínas, linguiça caseira, laticínios e couros de animais abatidos de forma clandestina. Conforme a Decon, a maioria dos itens era acondicionado em más condições de higiene e também transportada de forma irregular.

Os donos dos estabelecimentos responderão a procedimento administrativo da Iagro e também da Polícia Civil. A pena para os crimes pode chegar a 2 ou 5 anos de detenção.

Fonte: CGNEWS

Prefeitura de Sete Quedas Através do SQ Trans Realiza Campanha de Educação para o Trânsito

Posted by salatiel assis | | Posted in , , ,



A Prefeitura Municipal de Sete Quedas Através do SQ Trans (Departamento de Transito de Sete Quedas), realizaram nesta quinta-feira, 28, nas escolas da rede municipal e estadual a campanha Educação para o Transito.

O Coordenador de Educação Para o Transito Orlando Gonçalves, acompanhado do Diretor do Departamento de Transito de Sete Quedas Jailton Alves, estiveram visitando as escolas do município onde nas salas de aula e entregaram panfletos, gibis, e palestrando como os alunos e professores sobre a importância da educação para o transito, tanto para os alunos e tambem para os condutores de veículos, para que todos possam transitar em segurança.

Os objetivos da campanha é motivar a comunidade escolar para o estudo e o desenvolvimento de atividades do programa de Educação e Segurança de Trânsito. Mostrando aos alunos a importância de saber como se locomover nas ruas e vias das cidades, utilizando as leis de transito para que possam tem uma maior segurança.

“Ficamos muito contentes com a aceitação dos alunos e professores quanto a campanha, pois apesar do transito em nossa cidade ser tranqüilo, sabemos o quanto é importante que as crianças e jovens apreendam a se locomover com mais seguranças nas vias do município, com o objetivo de evitar acidentes” disse do Diretor do Departamento de Transito de Sete Quedas Jailton Alves.


A campanha terá prosseguimento nos próximos dias com a semana do transito que acontece agora em setembro, e tambem com a presença do detransinho. 

Mara Caseiro pede recuperação das rodovias MS-156 e 470

Posted by salatiel assis | | Posted in , ,

  Mara Caseiro reivindica melhorias em rodovias (FOTO: Fernanda França)
A deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB) está reivindicando a recuperação das rodovias MS-156 e MS-470, principal ligação entre os municípios de Itaporã e Douradina, passando pelos distritos de Piraporã e Montese. O pedido contempla obras de recapeamento e melhorias nas condições de trafegabilidade, alargamento e ampla sinalização.
A solicitação, apresentada em plenário nesta terça-feira (19), foi encaminhada ao governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), com cópia para os senadores e deputados federais do estado.
O pedido desta obra acolhe manifestação de apoio subscrita pelos vereadores de Itaporã e Douradina, na qual os parlamentares consideram a precária situação de conservação do trecho em questão e pedem providências urgentes.

População Organiza Plebiscito e Reivindica Constituinte Para Mudar Sistema Político

Posted by salatiel assis | | Posted in , , ,



Um Plebiscito é uma consulta na qual os cidadãos e cidadãs votam para aprovar ou não uma questão. De acordo com as leis brasileiras somente o Congresso Nacional pode convocar um Plebiscito.
 Apesar disso, desde o ano 2000, os Movimentos Sociais brasileiros começaram a organizar Plebiscitos Populares sobre temas diversos, em que qualquer pessoa, independente do sexo, da idade ou da religião, pode trabalhar para que ele seja realizado, organizando grupos em seus bairros, escolas, universidades, igrejas, sindicatos, aonde quer que seja, para dialogar com a população sobre um determinado tema e coletar votos.
 O Plebiscito Popular permite que milhões de brasileiros expressem a sua vontade política e pressionem os poderes públicos a seguir a vontade da maioria do povo.
 O que é uma Constituinte?
 É a realização de uma assembleia de deputados eleitos pelo povo para modificar a economia e a política do País e definir as regras, instituições e o funcionamento das instituições de um Estado como o governo, o Congresso e o Judiciário, por exemplo. Suas decisões resultam em uma Constituição. A do Brasil é de 1988.
 Porque uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político?
 Nos meses de Junho e Julho de 2013 milhões de jovens brasileiros foram às ruas para lutar por melhores condições de vida, inicialmente contra o aumento das tarifas do transporte, mas rapidamente a luta por mais direitos sociais estava presente nas mobilizações, pedia-se mais saúde, mais educação, mais democracia. Nos cartazes, faixas e rostos pintados também diziam que a política atual não representa essa juventude, que quer mudanças profundas na sociedade brasileira.
 As mobilizações das ruas obtiveram conquistas em todo o país, principalmente com as revogações dos aumentos das tarifas dos transportes ou até diminuição da tarifa em algumas cidades, o que nos demonstrou que é com luta que a vida muda! Mas a grande maioria das reivindicações não foram atendidas pelos poderes públicos.
 Não foram atendidas porque a estrutura do poder político no Brasil e suas “regras de funcionamento” não permitem que se avance para mudanças profundas. Apesar de termos conquistado o voto direto nas eleições, existe uma complexa teia de elementos que são usados nas Campanhas Eleitorais que “ajudam” a garantir a vitória de determinados candidatos.
 A cada dois anos assistimos e ficamos enojados com a lógica do nosso sistema político. Vemos, por exemplo, que os candidatos eleitos têm um gasto de Campanha muito maior que os não eleitos, demonstrando um dos fatores do poder econômico nas eleições. Também vemos que o dinheiro usado nas Campanhas tem origem, na sua maior parte, de empresas privadas, que financiam os candidatos para depois obter vantagens nas decisões políticas, ou seja, é uma forma clara e direta de chantagem. Assim, o ditado popular “Quem paga a banda, escolhe a música” se torna a melhor forma de falar do poder econômico nas eleições.
 Além disso, ao olharmos para a composição do nosso Congresso Nacional vemos que é um Congresso de deputados e senadores que fazem parte da minoria da População Brasileira. Olhemos mais de perto a sua composição:
·         mais de 70% de fazendeiros e empresários (da educação, da saúde, industriais, etc) sendo que maioria da população é composta de trabalhadores e camponeses.
·         9% de Mulheres, sendo que as mulheres são mais da metade da população brasileira.
·         8,5% de Negros, sendo que 51% dos brasileiros se auto-declaram negros.
·         Menos de 3% de Jovens, sendo que os Jovens (de 16 a 35 anos) representam 40% do eleitorado do Brasil.
 Olhando para esses dados, é praticamente impossível não chegar a conclusão de que “Esse Congresso não nos representa!!!” e que eles não resolverão os problemas que o povo brasileiro, em especial a juventude, levou às ruas em 2013.
 E para solucionar todos esses problemas fundamentais da nossa sociedade (educação, saúde, moradia, transporte, terra, trabalho, etc.) chegamos a conclusão de que não basta mudarmos “as pessoas” que estão no Congresso.

 Precisamos mudar “as regras do jogo”, mudar o Sistema Político Brasileiro. E isso só será possível se a voz dos milhões que foram as ruas em 2013 for ouvida. Como não esperamos que esse Congresso “abra seus ouvidos” partimos para a ação, organizando um Plebiscito Popular que luta por uma Assembléia Constituinte, que será exclusivamente eleita e terá poder soberano para mudar o Sistema Político Brasileiro, pois somente através dessa mudança será possível alcançarmos a resolução de tantos outros problemas que afligem nosso povo.

Funcionária de Shopping é Assassinada em Salto

Posted by salatiel assis | quarta-feira, 27 de agosto de 2014 | Posted in , , ,

agentes-policiales-buscan-evidencias-en-el-lugar-donde-se-produjo-el-ataque-_595_397_1126615

























Salto Del Guairá – Uma jovem de 22 anos morreu e seu namorado de 23 ficou gravemente ferido, após serem atacados por um desconhecido, no interior de uma lanchonete. Foi o que aconteceu nesta quarta-feira (27), por volta das 19h, no Bairro San Francisco em Salto del Guaira.

A vitima foi identificada como Aline Bastian, funcionária do Shopping China.
Aline-Bastian-Fallecida
Aline foi atingida por 3 disparos de arma de fogo calibre 9 mm; enquanto seu companheiro, Cristian David White, foi atingido 4 vezes.
Após o ataque, Cristian estava consciente, sendo encaminhado para um hospital em Ciudad del Este.
De acordo com testemunhas, o casal estava na lanchonete, que pertence à mãe de Cristian, quando um desconhecido, usando capacete, entrou no recinto e sem dizer uma só palavra, disparou contra o casal.
O promotor Julio Cesar Yegros está no caso que aparentemente trata-se de crime passional.

Fonte: César Galeano 

Sem água há 4 meses, indígenas ameaçam bloquear a MS-295

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,


Lideranças da Aldeia Arroyo Corá denunciam que várias crianças e idosos já adoeceram por tomar água contaminada de represas e riachos


Clique na Imagem para ampliá-la
Jovens com cartazes pedindo solução para o problema. Caso até sexta-feira nada seja feito para resolver, a comunidade vai bloquear a MS-295 por tempo indeterminado. Manifesto pode começar segunda-feira, diz a população da Arroyo Corá. (Fotos: Vilson Nascimento)
Vilson Nascimento
A comunidade indígena da Aldeia Arroyo Corá, situada a aproximadamente 45 quilômetros da cidade, no município de Paranhos, ameaça bloquear por tempo indeterminado, o trânsito na Rodovia MS-295, trecho que liga Paranhos a região central do Estado, em Mato Grosso do Sul.
A manifestação é por conta da falta de água na reserva indígena, problema que já perdura quatro meses sem que o órgão responsável pela distribuição, ou seja, a SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena) tome providências, segundo as lideranças locais
De acordo com Dionísio Gonçalves, capitão ou “cacique” como também é chamado o líder da comunidade indígena, deste que a bomba do único poço artesiano existente na aldeia estragou há 120 dias, a população da reserva está sobrevivendo sem água apropriada para o consumo humano.
Veja o pronunciamento do “cacique” Dionísio Gonçalves:
Segundo Dionísio, sem água potável na torneira, as famílias estão sendo obrigadas a consumir água de lagoas formadas pela chuva dentro da própria reserva indígena ou se deslocarem por quilômetros para apanhar água em minas ou em um córrego que passa na divisa entre a Aldeia Arroyo Corá e propriedades rurais.
“Acontece que esse córrego passa por lavoras e pastagens e acaba tendo a água contaminada por agrotóxicos e dejetos de animais. Em relação as lagoas de água da chuva existentes nas aldeia, que normalmente são usada apenas para o consumo dos animais, com a falta de água nas torneiras, as família passaram a usar a água para lavar roupa, lavar louça, tomar banho e em alguns casos até para o consumo, feito que tem provocado doenças como diarréias e vômitos nas crianças, idosos e até mesmo nas pessoas mais jovens ”, disse o cacique.
Prazo até esta sexta-feira
Cansados de esperar por uma solução para o problema, a comunidade de Aldeia Arroyo Corá decidiu estabelecer um prazo até esta sexta-feira, dia 29 de agosto, para que a SESAI e as autoridades competentes apresentem uma solução para o problema.
“Queremos que o problema seja resolvido o mais rápido possível, por isso buscamos a ajuda de vocês da imprensa, para mostrar o grave problema, inclusive de saúde pública, que a falta de água está proporcionando em nossa aldeia. Caso até esta sexta-feira a SESAI e as autoridades competentes não apresentem nenhuma solução, a comunidade já se decidiu, vai bloquear a rodovia e só vai liberar depois que o problema da falta de água for resolvido definitivamente”, disse Dionísio Gonçalves.
Veja no vídeo manifesto da população local:
Segundo o líder guarani-kaiowá, a reivindicação da comunidade é que o poço hoje já existente seja colocado em operação de imediato e para que seja construído um novo poço para atender a demanda.
Segundo Dionísio Gonçalves, a Aldeia Arroyo Corá abrange uma área territorial de mais de 7 mil hectares, abriga 109 famílias e tendo uma população estimada em mais de 700 habitantes.
Fonte: A Gazeta News

Nelsinho e Simone prestigiam inauguração de comitê de Mara Caseiro

Posted by salatiel assis | | Posted in , , ,














Os candidatos do PMDB ao governo do Estado e ao Senado, Nelsinho Trad e Simone Tebet, participaram na noite desta segunda-feira (25) da inauguração do comitê da deputada estadual Mara Caseiro (PTdoB), que disputa a reeleição durante o pleito eleitoral deste ano.

O lançamento do “QG” de campanha, localizado no bairro Jardim Bela Vista, em Campo Grande, também foi prestigiado por lideranças de peso como o deputado federal Fábio Trad (PMDB), o deputado estadual, ex-secretário de Habitação do Estado e candidato à Câmara Federal, Carlos Marun (PMDB), a candidata a vice de Nelsinho, Pastora Janete (PSB), o presidente estadual do PTdoB, Morivaldo Firmino, vereadores e ativistas políticos da Capital e do interior.

Além de detalhar suas propostas em áreas estratégicas como saúde, educação e segurança pública, Nelsinho destacou que Mara Caseiro é merecedora da confiança do eleitorado de Mato Grosso do Sul. “O Estado merece a reeleição da Mara, uma mulher guerreira”, discursou.

Simone Tebet lembrou que Mara Caseiro sempre foi engajada politicamente mesmo antes de ocupar cargos públicos e que, por isso, deve alcançar uma votação expressiva este ano, com adesão nos 79 municípios. “Mara deve passear neste caminho rumo à Assembleia, sendo uma das mais votadas, com legitimidade para fazer cobranças de projetos estratégicos para o estado ao próprio governador”, afirmou.

Fábio Trad lembrou da experiência da deputada como vereadora, presidente da Câmara e prefeita de Eldorado por dois mandatos. “Ela é trabalhadora, luta por melhorias em nosso Estado e merece vencer”, disse.

Marun destacou o dinamismo de Mara Caseiro e disse que ela é uma candidata completa, “uma deputada disposta, comprometida e que engrandece o Legislativo de Mato Grosso do Sul”.

Mara Caseiro agradeceu as palavras de apoio e afirmou que Nelsinho Trad tem todas as credenciais para ser um grande governador e dar continuidade ao trabalho já desenvolvido por André Puccinelli na administração estadual. “Nós não podemos correr o risco de que alguém se eleja para paralisar o que já está sendo feito”, disse.

Ela também defendeu suas principais bandeiras, como a descentralização da saúde pública e o aparelhamento dos hospitais do interior.

“Não temos equipamentos, UTIs no interior, e temos de trabalhar para que isso aconteça, porque somente assim a saúde de Campo Grande será melhorada. Enquanto tudo que acontece no interior for trazido para cá, a fila e o desespero pela vida vão continuar. Temos agora a oportunidade de eleger políticos que vão brigar por mais verbas”, discursou.

A deputada também fez o compromisso de continuar lutando pelas escolas de tempo integral, pelos direitos das mulheres e por projetos que tirem os jovens das ruas e do caminho das drogas, a partir da educação, sobretudo do ensino profissionalizante.

“Precisamos de pessoas no poder que olhem para dentro das famílias, para o ser humano, é preciso abraçar o problema”, finalizou.

Tacuru realiza projeto documentação para todos

Posted by JORNAL EDUCADORA | terça-feira, 26 de agosto de 2014 | Posted in , ,


Clique na Imagem para ampliá-la
Município realiza ação de documentação indígena (Foto: Assessoria)
A Prefeitura Municipal de Tacuru através da Secretaria Municipal de Ação Social e Comitê Gestor Municipal (CGMSRAD) com membros da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Saúde realizou nos dias 05 e 06 de Agosto de 2014 A Ação Social nas Aldeias Sassoró e Jaguapiré, segundo  a secretaria de assistência social Adriana Mancini, alem de vários colaboradores a ação teve total apoio da administração municipal onde o prefeito Paulo Pedro Rodrigues “Pedrinho” destinou apoio total para o evento e teve também apoio do Comitê Gestor Estadual (CEESRAD), Exército, SESAI, FUNAI, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Assuntos Indígenas, Secretaria de Educação, Secretaria de Governo, Conselho Tutelar, Vereadores, Prefeito, Lideranças Indígenas.
Com o objetivo de reduzir o número de pessoas da população indígena do município, sem documentos básicos o projeto foi desenvolvido pelo Comitê Gestor Municipal de Políticas para Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Ampliação do Acesso à Documentação (COMESRAD), vinculado à Secretaria de Assistência Social e Cidadania.
A emissão de documentos civis é direito do cidadão não havendo riscos de perda da identidade cultural e social indígena, já que tanto a certidão de nascimento quanto a carteira de identidade, conterão registro da etnia e da aldeia de origem de cada indígena”, explicou a secretária Adriana Mancini, Segundo ela, o serviço foi desenvolvido como forma de combater a desigualdade socioeconômica do município que, hoje, é a principal causa do sub-registro civil, dentre outras apontadas pelo IBGE, como distâncias do cartório, custo de deslocamento, desconhecimento da importância do registro, mães que adiam o registro de filhos que não tem o reconhecimento inicial ou espontâneo de paternidade. e para que os indígenas tenham outro documento e não apenas o Registro Administrativo de Nascimento de Indígena (RANI), um documento administrativo fornecido pela FUNAI, instituído pelo Estatuto do Índio, Lei nº 6.001 de 19 de dezembro de 1973, e que não substitui a certidão de nascimento.
Fonte: Assessoria Prefeitura 

www.educadora91.com

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO