FFMS tentou tirar Naviraiense da Copa do Brasil, diz direção

Posted by JORNAL EDUCADORA | domingo, 9 de junho de 2013 | Posted in , , , ,


Clique na Imagem para ampliá-la
O presidente Diomedes Cerri (e) e o prefeito de Naviraí, Léo Matos. Denúncia que pode tirar o Naviraiense da Copa do Brasil saiu da Federação de Futebol de MS. FFMS queria gerenciar os recursos vindos da CBF, mas clube não permitiu, afirma eles. (Foto: GazetaMS)
Vilson Nascimento
Partiu da própria Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) a denúncia que pode tirar o CEN (Centro Esportivo Naviraiense) da Copa do Brasil 2013.
A afirmação é do presidente do Naviraiense, Diomedes Cerri e do prefeito de Naviraí, Léo Matos.
Segundo o prefeito e o presidente do clube, durante o julgamento no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) realizado no mês passado, o advogado do Paysandu, clube que entrou com a ação para tentar tirar a equipe sul-matogrossense da competição nacional, foi categórico ao afirmar que a denúncia sobre a suposta irregularidade de um jogador do Naviraiense partiu da própria Federação de Futebol de MS.
O Naviraiense, que na primeira fase da Copa do Brasil eliminou a Portuguesa de Desportos, equipe da Série “A” do Campeonato Brasileiro e na segunda fase a equipe paraense do Paysandu, recebeu certa quantidade de dinheiro destinado pela CBF pelas passagens de fase.
A motivação da denúncia, por parte da Federação de Futebol de MS no intuito de tirar a equipe de Navirai da Copa do Brasil seria porque o clube teria se negado que o recurso vindo da CBF fosse repassado primeiramente para Federação de Futebol do Estado para posteriormente ser destinado ao clube.
Segundo a direção do Naviraiense, o clube optou por receber o recurso diretamente em sua conta e posteriormente repassar a Federação somente a cota a qual é dela por direito.
Novo julgamento nesta segunda-feira
De acordo com a diretoria do Naviraiense, não existe nenhuma irregularidade que possa tirar o clube da segunda maior competição de futebol disputada no Brasil.
Em um primeiro julgamento o Naviraiense foi julgado e absolvido pelo próprio STJD.
O Paysandu entrou com recurso e o caso será remetido a um novo julgamento nesta segunda-feira, dia 10 de junho, feito que tem gerado gastos e transtornos para a diretoria do clube e apreensão, não só para a população de Naviraí, mas para todos que torcem pela ascensão do futebol do Estado.
Em 2009 o atual presidente da Federação de Mato Grosso do Sul, Francisco Cesário, chegou a ser condenado há 2 anos e 8 meses de prisão em regime semi-aberto por suposta apropriação indébita de recursos da FFMS.
Este ano a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul terá eleição para presidente e, segundo as informações, Francisco Cesário que está há anos frente à entidade e é aponto por muitos como o responsável pela decadência do futebol Sul-Matogrossense nos últimos anos, poderá se candidatar a reeleição novamente.
Fonte: A Gazeta News 

Policiais do DOF salvam mãe e filho em Tacuru

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , , , ,


Clique na Imagem para ampliá-la
Mães e filha passam bem após serem socorridos pela equipe do DOF (Fotos: Assessoria DOF)
Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), neste sábado, 8 de junho de 2013, por volta das 16h, em policiamento ostensivo motorizado itinerante, próximo ao trevo de Paranhos, se depararam com J.M. à beira da estrada pedindo socorro, e que informou que sua esposa gestante estava passando muito mal. Ao se aproximarem do veiculo visualizaram A.O.A. que reclamava muito de dores e dizia que não queria perder seu filho.
Os policiais do DOF ao perceberem a gravidade da situação, pois A.O.A. já estava em inicio de trabalho de parto e sangrando muito, e na ausência de uma ambulância, utilizaram a viatura do DOF para levá-la ao Hospital Municipal São Sebastião em Tacuru.
No hospital tudo ocorreu bem e graças aos policiais do DOF a criança e a mãe passam bem. Segundo Dr Acácio Alves, que realizou o parto, explicou que o parto era de risco, pois já estava em franco trabalho de parto, com contrações e dilatação e se A.O.A. não fosse atendida em no máximo 15 minutos, tanto mãe quanto o bebê, poderiam vir a óbito.
Fonte: Assessoria DOF 

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO