Secretário Marun Visita Casas Populares Em Sete Quedas

Posted by salatiel | quinta-feira, 25 de julho de 2013 | Posted in , , ,



O secretário de Estado de Habitação e das Cidades, Carlos Eduardo Xavier Marun, esteve em Sete Quedas em reunião com o prefeito José Gomes Goulart “Casé”,  secretários e diretores de departamentos.

Em pauta discutiram sobre o projeto habitacional de desfavelamento, Minha Casa Minha Vida do PAC 2, que vai ser realizado no bairro Faixão, e que segundo o prefeito terá em média a construção de 40 casas. Outra questão que foi levantada foi o “aluguel social”, no qual o secretário Carlos Marun explicou como deve e pra quem deve ser pago.

Os moradores dessa região terão que desocupar as casas em que moram, que já se encontram em estado de risco, e se mudarem para outros locais, os que assim fizerem receberão o aluguel social. Esta foi uma forma que o governo encontrou para amenizar as despesas das famílias.

“A parceria entre governo do estado e prefeitura só garantem melhorias para cada município, pois, só aqui em Sete Quedas estão sendo construídas cerca de 200 casas só este ano, sem falar nas casas do campo, tudo é benefício alcançado”, disse Marun. 

Logo após o término da reunião o prefeito Casé acompanhou o secretário Marun, juntamente com vereadores municipais e demais secretários a visita nas construções das casas populares no bairro El Paraiso e depois no bairro Faixão, onde será a construção das novas casas subsidiadas pelo governo.

O prefeito Casé ficou satisfeito com a visita de Marun e disse “ è assim que quero ver o município sempre se desenvolvendo para melhor, recebendo melhorias e benefícios do nosso governo”, encerrou Casé. 


Prefeito Casé Se Preocupa Com Maior Redução Do Fpm

Posted by salatiel | | Posted in ,

Com o anúncio da prorrogação da redução do Imposto sobre os Produtos Industrializados (IPI) no setor automotivo, voltou a preocupar os prefeitos de cada município, que atualmente vem tendo dificuldades no orçamento das cidades com a queda do Fundo de Participação dos Município (FPM).

O FPM são repasses do governo federal para as prefeituras municipais, e são arrecadados através dos impostos mais rentáveis, que são eles o Imposto de renda (IR) e o o IPI. Já para as prefeituras cabe recolher imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISS), Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), e aos estados o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Portanto se o governo reduz a alíquota do IPI, consequentemente vai reduzir os repasses para os municípios, o que pode gerar crises de finanças.

Preocupado com a situação financeira do município e sabendo que a situação está atingindo toda a região o prefeito José Gomes Goulart “Casé”, disse: "Enquanto que os salários subiram, assim  como material de limpeza e alimentos, o FPM cai. Este ano houve um aumento de 14% no salário mínimo e de 22% no dos professores da rede pública". "A redução do IPI favorece o emprego nas indústrias automobilísticas, mas está tirando um emprego da Prefeitura ou obrigando os municípios a deixarem de prestar um serviço à população, por falta de dinheiro".

De acordo com ele, as cidades dependem entre 60% e 70% do repasse do PFM. Em alguns casos, o repasse chega a representar 90% do orçamento da Prefeitura. Para controlar a situação a solução encontrada é os cortes no orçamento. "Claro que a redução do FPM diminui o ritmo dos investimentos também. Estamos iniciando um novo mandato agora com muitos projetos em andamento e vamos priorizar a conclusão do que está sendo feito",lamenta.

Segundo ele, sua preocupação está pautada em uma grande crise fiscal vivenciada pelos municípios, já que só no mês de junho a redução do FPM chegou a  20% menos. "Quem foi eleito vai ter que encarar o desafio de melhorar a saúde, educação, mobilidade, saneamento, habitação e a segurança pública", completou.
                                      .

Idoso morre de frio em Campo Grande

Posted by salatiel | | Posted in , ,

Cleber Gellio/Campo Grande News Reprodução

O idoso Luiz Virgílio da Silva, de 73 anos, é a primeira vítima confirmada do frio que castiga Campo Grande nesta semana. Ele morreu hoje de hipotermia no posto de saúde do Bairro Universitário, após passar a madrugada mais fria do ano dormindo na calçada de um bar no bairro Rita Vieira. “Chegamos a pedir para que ele tomasse um banho e fosse deitar. Mas ele não gostava de ser contrariado, era teimoso. Saiu e foi para um bar perto de casa, onde costumava ir todos os dias”, disse ao site Campo Grande News o filho do aposentado, Carlos da Conceição, de 49 anos. Ele explicou que o pai costumava dormir na casa de um amigo, por isso não estranhou o fato de ele não ter voltado para casa. "Era como se fosse uma criança, não gostava de ser contrariado", afirmou. Familiares contaram que o idoso chegou a discutir com a comerciante na noite anterior, porque não queria que ela fechasse o bar. Depois, deitou e dormiu na calçada. “A dona ainda acordou de madrugada e foi lá chamar ele. Pediu para que ele fosse dormir em casa porque estava muito frio, mas ele não foi”, relatou a nora de Luiz, Iracema da Conceição, de 47 anos. Por volta das 9h de hoje, uma vizinha viu o idoso caído na calçada e avisou a família. O neto, Júnior da Conceição, levou o avô ainda com vida para o posto de saúde, mas Luiz não resistiu e morreu uma hora depois. Conforme o site, o idoso, que morava com o filho, a nora e o neto, era viciado em bebidas e chegou a ficar um dia inteiro desacordado no posto de saúde, no ano passado.

@marcoeusebio 

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO