Prefeito de Campo Grande Não Quer Que Aumentem Seu Salário

Posted by salatiel | domingo, 9 de dezembro de 2012 | Posted in , , , ,



Prefeito eleito não gostaria que vereadores aprovassem o reajuste

O prefeito eleito em Campo Grande, Alcides Bernal (PP), informou que não vai solicitar aumento do salário dele no comando do Poder Executivo. Bernal afirmou que nunca conversou com ninguém sobre o reajuste do salário do prefeito, mas já decidiu que não aceitará.
“Nunca pedi aumento para quem quer que seja. Não quero aumento do salário do prefeito não. É muito questionável e não pode ser deste jeito”, justificou o futuro prefeito, ressaltando que não gostaria que os vereadores aprovassem o reajuste.
Em entrevista na quinta-feira (6) o presidente da Câmara de Campo Grande, Paulo Siufi (PMDB) declarou que vai aprovar o reajuste salarial de Bernal. Na ocasião ele informou que não tinha recebido o pedido de aumento por parte do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), que tem a responsabilidade de solicitar, mas disse que pretende aprovar o reajuste.
“Se o Nelsinho não mandar o reajuste do salário, nós vamos fixar”, assegurou Siufi, informando que o reajuste deve ser baseado no novo salário dos vereadores, que em 2013 passará de R$ 9.280,00 para R$ 15.031,00. “Se não quiser ele pode doar o dinheiro. Mas, entendemos que devemos fixar um reajuste”, concluiu.
Os vereadores justificam ainda que o salário do prefeito não aumenta há quatro anos e isso tem prejudicado o rendimento dos secretários municipais, que têm o salário baseado no que recebe o prefeito. Segundo os vereadores, o congelamento do salário de Nelsinho fez alguns secretários ganharem menos do que diretores de fundações, que hoje recebem, aproximadamente, R$ 10 mil.

Tumulto diário obriga hotel a colocar placa: "proibido corintianos"

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,


A chegada de milhares de corintianos ao Japão tem provocado cada vez mais alvoroço entre os habitantes locais, que já se encontram sem soluções para conter o ímpeto festivo dos visitantes. Neste domingo, o Hotel Hilton de Nagoya - onde a delegação está hospedada - se viu obrigado até a colocar uma placa em português proibindo a entrada de torcedores alvinegros.

"Entrada prohibida (sic) para fans (sic) do Corinthians", dizia a publicação, estrategicamente colocada na porta do Hilton. Mesmo assim, os "fãs" da delegação alvinegra pareciam não se abalar e continuavam entrando sorrateiramente no saguão do hotel. Cerca de 20 mil adeptos do Corinthians são esperados no Japão para acompanhar o Mundial de Clubes.
Essa parece ser uma das últimas alternativas do Hilton de Nagoya para controlar as ações dos corintianos nos arredores. Neste sábado, por exemplo, a habitação já havia tentado, em vão, proibir os intrusos de entrarem com a colocação de um segurança com uma placa buscando afugentar os brasileiros.
"Entrada permitida somente para hóspedes deste hotel", expressava o aviso, que era totalmente ignorado pelos torcedores. Os corintianos chegaram até a ridicularizar o guarda, apelidando-o de "japonês da placa". Neste domingo, a equipe treina às 15h locais (4h do Brasil) e depois segue para assistir Sanfrecce x Al-Ahly, que define seu rival da semifinal.
Via terra
 

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO