Disputa política gera conflito indígena em Tacuru

Posted by JORNAL EDUCADORA | segunda-feira, 24 de setembro de 2012 | Posted in ,


Disputa política gera conflito indígena em Tacuru

Clique na Imagem para ampliá-la
Foto mostra veículo e inclusive uma arma, que supostamente estariam envolvido na confusão na Aldeia Sassoró
Cesar Moura
Neste final de semana a aldeia Sassoró localizada no município de Tacuru, foi palco de um confronto entre índios e cabos eleitorais que disputam as eleições na cidade.
Segundo informações de lideranças indígenas a sensação de insegurança dentro da aldeia é grande e as autoridades locais não têm autonomia de intervenção já que a aldeia é território federal, ainda segundo informações durante confronto do último final de semana, grupos que defendem candidaturas a prefeitura teriam se encontrado dentro da aldeia e teria começado uma confusão generalizada envolvendo também lideranças indígenas que fazem parte destes grupos.
Na noite do último sábado (22) um carro e uma arma foram apreendidos pelos próprios índios que fazem a segurança na entrada da aldeia, durante abordagem Eder Tavares Nogueira de 26 anos, foi bastante agredido.
As informações dão conta que ele teria furado um bloqueio dos índios durante a noite e isso teria sido a causa das agressões. Outro homem que também estava no veiculo conseguiu fugir do ataque.
O vereador indígena Ezaul Martins (PSB) falou a na manhã dessa segunda-feira (24) que, “Esperamos uma providência das autoridades em favor do povo indígena que em época de eleição fica sendo alvo dos candidatos” disse ele.
Segundo informações, lideranças indígenas e representantes deveriam se reunir ainda nesta segunda para estabelecer normas que definam o fechamento da aldeia até as eleições.
Recentemente um documento foi assinado pelas lideranças e a Justiça Eleitoral, ficando claro que todos poderiam pedir votos dentro da aldeia durante o dia e que, durante a noite somente até as 19 horas, conforme acordo que segundo o vereador não foi cumprido por nem um dos partidos.
“Esperamos pela manifestação da Justiça e esperamos que a decisão do nosso povo seja respeitada”. Concluiu o vereador

Fonte: Cesar Moura-DRT-054/MS

Ciúmes motiva assassinato em Sete Quedas

Posted by salatiel | | Posted in , ,

A linha de investigação desencadeada pela Polícia Civil local indica que ciúmes pode ter motivado um assassinato ocorrido na tarde desse domingo (23) em Sete Quedas, na fronteira com o Paraguai.
A vítima, Aildo Neres Barvosa, de 50 anos, estaria instalando uma antena de TV na residência da cunhada do autor, situada na região do Conjunto Habitacional Iporã, quando teria chegado o acusado, Ronaldo Adriano Nabarro, de 29 anos, acompanhado da esposa, de 22 anos, que no passado teria sido namorada de Aildo Neres.
Segundo a polícia, Aildo e Ronaldo, que já teriam certas desavenças, teriam discutido, foi quando Ronaldo Adriano teria sacado de uma arma que carregava consigo e disparado contra Aildo, que acabou atingido, segundo a polícia, no tórax, no braço esquerdo e na cabeça.
Ao ver a reação do marido, a mulher de Ronaldo Adriano e ex-namorada da vítima, teria tentado intervir e também foi agredida pelo marido com golpes de coronha.
Depois de efetuar os disparos, Ronaldo teria fugido do local em uma motocicleta alta, cor vermelha, cuja identificação não foi relatada à polícia.
Após receber os disparos, a vítima ainda chegou a ser socorrida com vida para um hospital da cidade, em Sete Quedas, mas acabou não resistindo e morreu.
De acordo com a Polícia Civil de Sete Quedas, que investiga o caso, até a manhã dessa segunda-feira (24) o acusado permanecia foragido.
Fonte: A Gazeta News

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Rio Iguaçulzinho Receberá Ponte de Concreto, Salatiel Acompanha Obra

O Município de Sete Quedas e o Ministério do Desenvolvimento Regional, através da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, consegu...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO