Quatro de Sete Quedas Presos em São Paulo Por Tráfico Internacional

Posted by salatiel | sexta-feira, 18 de outubro de 2013 | Posted in , ,

Droga foi encontrada em compartimento falso de veículo (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária)

Polícia Rodoviária prendeu o primeiro do grupo na Castello Branco.
Outros três aguardavam na Marginal Tietê, em São Paulo.


Um grupo de traficantes foi preso na noite de segunda-feira (14) transportando 130 kg de drogas. Eles foram detidos em dois pontos: na rodovia Castello Branco, em Sorocaba (SP), e em um posto de combustíveis na marginal Tietê, na capital paulista. A apreensão foi feita pelas equipes da Polícia Rodoviária de Sorocabae do Tático Ostensivo Rodoviário (Tor), de São Paulo.
Segundo informações da Polícia Rodoviária, uma equipe fazia uma fiscalização de rotina na Castello Branco, no km 74, quando um veículo com placas de Sete Quedas (MS), chamou a atenção dos policiais. O motorista foi parado e a polícia percebeu que a pintura da carroceria estava nova e suspeitou de um compartimento falso. Os policiais serraram a lataria e encontraram 109 kg de maconha e 21 kg de haxixe.
As mensagens foram respondidas e foi possível saber a localização dos outros três envolvidos. Eles marcaram a entrega da droga em um posto de combustíveis na marginal Tietê em São Paulo.
Durante abordagem dos policiais, mensagens de texto chegavam no celular do motorista do veículo. Segundo a polícia, as mensagens eram de um dos compradores. Um dos textos informava: “tá limpo os heróis já sairam".
A equipe do Tor foi acionada para fazer a prisão do restante do grupo. Os três homens foram presos  e encaminhados à Polícia Federal, em São Paulo, por configurar tráfico internacional de drogas, já que Sete Quedas faz fronteira com o Paraguai. Os carros foram trazidos para à Polícia Federal em Sorocaba.
Dos quatro homens, dois são irmãos. O grupo foi indiciado por tráfico de drogas e associação ao tráfico, os nome dos presos não foi identificado pois as investigações continuam no intuito de identificar outros membros da quadrilha.
Droga estava escondida em lataria de carro com placas de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária)Droga estava escondida em compartimento falso da carroceria (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária)Fonte : G1 

Asfalto no Brasil e no Paraguai Gera Esperança de Desenvolvimento

Posted by salatiel | | Posted in , , ,



Obras de asfalto no Brasil e no Paraguai estão gerando otimismo e perspectivas de desenvolvimento dos dois lados da fronteira na região do Cone Sul do Estado, em Mato Grosso do Sul.
No Cone Sul de MS pelo menos três grandes obras lançadas pelo Governo do Estado estão em andamento.
A pavimentação dos 98 quilômetros da Rodovia MS-180 ligando Iguatemi a BR-163 em Jutí, cortando cerca de 20 quilômetros do município de Amambai, a MS-165, vulgarmente conhecida como “Sul-Fronteira”, que foi retomada após mais de ano de paralisação e, na etapa em execução irá interligar Sanga Puitã ao distrito de Vila Marques, passando por Aral Moreira e a obra apontada como a mais importante delas, que é a recuperação dos cerca de 250 quilômetros da rodovia vulgarmente conhecida como “Guaira-Porã”, que liga Sanga Puitã, em Ponta Porã a BR-163 em Eldorado, no extremo sul do Estado.
É pela Guaira-Porã que é escoada toda a produção agropecuária da faixa de fronteira para os estados da região sul do País, principalmente para o Porto de Paranaguá para fins de exportação.
Esta rodovia, por sua vez, também é a principal rota de entrada de produtos industrializados e implementos para o próprio setor agropecuário de toda a região.
Também é pela Guaira-Porã o único acesso pavimentado ligando os municípios de Iguatemi, Tacuru, Sete Quedas, Paranhos, Coronel Sapucaia e Aral Moreira, ao resto do Estado em Mato Grosso do Sul e aos grande centros do País.
Asfalto no Paraguai


No Paraguai está em andamento com recursos do Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata), a pavimentação dos aproximados 145 quilômetros de rodovia interligando Capitan Bado, cidade que faz divida com Coronel Sapucaia, no Brasil, a região da cidade de Santa Rosa.
A pavimentação da via vai encurtar em mais de 100 quilômetros a distância de Capitan Bado e conseqüentemente do Brasil à capital paraguaia, Assución e é apontada com um marco para o desenvolvimento, tanto de Capitan Bado como da cidade brasileira e roda a faixa de fronteira nos dois países.
Em Capitan Bado, município que no Brasil acaba tendo a imagem manchada por conta do tráfico de drogas, mas na realidade é o segundo maior produtor de grão e o quarto maior produtor no setor da pecuária no Paraguai, o início da pavimentação da rodovia, que deverá levar dois anos para ser concluída, gerou clima de euforia.
Segundo o presidente da ACCB (Associação Comercial de Capitan Bado), o empresário, José Arguelho, de um ano para cá o governo do país tem voltado suas atenções para o município e já de olho no potencial econômico, inclusive no turismo de compras vindo do Brasil, tem investido no setor de infraestrutura urbana.
“Isso fez elevar o interesse por investimentos. Terrenos que custavam 10 mil dólares hoje custam 50 mil, grandes empresas dos ramos, comercial e de exportação estão adquirindo terrenos e se preparando para se instalar aqui em Capitan Bado e já pensando em garantir seu espaço mediante a concorrência que fatalmente vai surgir, os próprios comerciantes badenhõ estão investindo em melhorias nos prédios e fortalecendo seus estoques para atender a demanda”, disse do presidente da Associação Comercial.
José Arguelho também salientou que o setor da construção civil também está bastante aquecido em Capitan Bado. Bairros, antes com residências dispersas, hoje se transformaram em verdadeiros canteiros de obras e inclusive já falta mão de obra para o setor da construção civil no município paraguaia que, segundo a ACCB, unindo perímetro urbano e a zona rural, tem uma população estimada em 26 mil habitantes.
A AESA (Associação Comercial e Empresarial de Coronel Sapucaia) também vê com bons olhos e grandes oportunidades de negócios a chegada do asfalto ligando Santa Rosa a Capitan Bado.
Segundo a presidente da entidade, Maria Conceição Scarpini, a classe empresarial sapucaiense já começa a se preparar para acompanhar a possível evolução comercial da cidade paraguaia investindo na melhoria do aspecto visual e estrutural de seus estabelecimentos.

Fonte ; agazetanews

Horário de Verão Começa Neste Domingo

Posted by salatiel | | Posted in , ,


A partir da 0h de domingo (20), entrará em vigor o horário de verão 2013-2014. Neste dia, os relógios deverão ser adiantados em uma hora e a medida vai durar até 16 de fevereiro de 2014. Para o período, está prevista uma economia de 5%, a mesma do horário de verão passado.
Durante a primavera e o verão, em grande parte do Brasil, os dias são mais longos do que as noites, ou seja, o sol surge mais cedo (alvorecer) e põe-se mais tarde (entardecer). Para aproveitar melhor a luz natural, foi instituído o adiantamento do relógio em uma hora em relação do horário legal.
Redução do consumo de luz artificial, ou seja, da energia elétrica, principalmente, para iluminação, e aumento das horas de lazer, visto que escure mais tarde. O melhor aproveitamento da luz do sol traz benefício geral à população, seja para o lazer ou para atividades comerciais, a indústria, o turismo e, também, ganhamos com os benefícios ecológicos e a preservação do meio ambiente.
O objetivo é reduzir a demanda máxima do Sistema Interligado Nacional no período de pico e o consumo de energia devido ao aproveitamento maior da luz solar. Entre os fatores que auxiliam essa economia, estão a mudança de comportamento dos consumidores residenciais, que aproveitam mais a luminosidade natural adiando o uso de eletrodomésticos, chuveiro e iluminação.

A redução da demanda apresentada em 2012/2013 foi equivalente a 79% da carga do município de Florianópolis ou 37% da carga de Joinville, no Norte de
 Santa Catarina, durante todo o período do horário de verão.A última edição do horário de verão, que iniciou em 21 de outubro de 2012 e terminou no dia 17 de fevereiro deste ano, proporcionou uma redução em torno de 5% na carga do sistema elétrico da Celesc e 0,5% no consumo de energia na área de concessão da empresa, que abrange 92% do território catarinense.

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO