Adolescente de 14 anos esconde gravidez dos pais e estrangula bebê recém-nascido

Posted by JORNAL EDUCADORA | segunda-feira, 1 de outubro de 2012 | Posted in ,

Garota americana teve o bebê no banheiro de casa; ela é acusada de assassinato
Do R7
Adolescente de 14 anos esconde gravidez dos pais e estrangula bebê recém-nascidoDivulgação
Os investigadores ainda estão decidindo se ela vai responder pelo crime como um adulto
Uma adolescente de 14 anos está sendo acusada de estrangular seu filho recém-nascido, na Flórida, nos EUA, no último dia 19. Cassidy Goodson teria escondido a gravidez dos pais, e estrangulado o bebê assim que ele nasceu, no banheiro de casa.
As informações são do jornal americano New York Daily News.
O filho de Cassidy nasceu com 4.3 kg e 51 cm. Ela teria colocado uma toalha em sua própria boca para que seus pais não escutassem qualquer barulho.
Após a morte do recém-nascido, a jovem escondeu o corpo do bebê em uma caixa com roupas sujas, informaram as autoridades locais.
Após três dias, a mãe da adolescente, Teresa Goodson, notou um cheiro estranho no quarto de Cassidy e encontrou os restos do bebê.
Os investigadores ainda estão decidindo se ela vai responder pelo crime como um adulto.
"O bebê ainda estava ligado a Cassidy pelo cordão umbilical quando ela o sufocou até a morte", contou o xerife Grady Judd em uma coletiva de imprensa.
Cassidy teria apertado o pescoço do recém-nascido por cerca de um minuto, até ter certeza de que ele havia parado de respirar.
Para evitar que os pais desconfiassem da gravidez, ela usava roupas largas.

Do R7
Ainda não se sabe a identidade do pai da criança.

Adolescente mata irmão a pauladas e esconde corpo

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,



Clique na Imagem para ampliá-la
Foto: Pollyanna Eloy / MinutoMS Natanael já havia sido ameaçado pelo irmão
Natanael Ramos, de 21 anos, foi morto a pauladas pelo irmão, um adolescente de 16, ontem (30), em uma residência, na Rua Egídio Thomé, Bairro Alto da Boa Vista, em Três Lagoas (MS).
Segundo informações, o corpo foi encontrado por outro irmão, M.R, 18, que chegou em casa e viu muito sangue no local. A polícia foi acionada e os peritos realizaram as investigações no local. O corpo estava escondido embaixo de galhos e pedaços de madeira nos fundos da casa.
De acordo com relatos de familiares, os irmãos estariam a alguns dias em constante desavenças e o adolescente já havia declarado que iria matar o irmão.
O adolescente possui passagens pela polícia por tentativa de homicídio, roubo e tráfico. A polícia não conseguiu localizá-lo.
Fonte: MinutoMS

Cadeia de Mundo Novo está superlotada

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,


Cadeia de Mundo Novo está superlotada


Clique na Imagem para ampliá-la
Foto: Ilustração
Jandaia Caetano

A cadeia pública de Mundo Novo contava até na manhã desta segunda-feira (1º), com 50 presos. E a divisão não era igualitária nas seis celas existentes na delegacia. Isto porque um preso, que recentemente invadiu residências em Mundo Novo com o intuito de abusar de crianças, está sendo mantido em separado para resguardo da sua integridade física. Segundo a delegacia, a sua transferência aconteceria em questão de horas, o que seria um ganho de uma cela nas dificuldades apresentadas. Outra cela vem sendo usada por cinco mulheres. Os outros 44 detentos estão divididos em 4 celas de 12 m². O número correto de detentos seria de quatro por cela (número de camas). Ou seja, quase três vezes mais, já que temos 11 presos por cela.

Delegado não comenta situação
O delegado Natanael Mathias não quis comentar as informações e dar qualquer tipo de declaração sobre a situação atual e também não autorizou a nossa reportagem de fotografar a superlotação. O problema carcerário é um problema crônico no país. Em 2007 a delegacia de Mundo Novo teve quase setenta presos. Hoje, outras medidas já estão sendo executadas pela justiça, como ações socioeducativas e apagamento de fianças. Estas ações causam críticas dos mais conservadores, que não querem tanta “facilidade” para os que cometem crimes e respondem seus delitos em liberdade, sendo, na opinião destes, um perigo grande para a sociedade. Por outro lado, há a corrente dos que veem o nosso sistema carcerário como falido e que não recupera ninguém. Não são poucos os que afirmam que o sistema carcerário brasileiro para “os marinheiros de primeira viagem”, serve apenas como escola do crime os colocando de volta na sociedade como muito mais perigoso do que antes.
 
Fonte: Assessoria

Ratinho e SBT terão de pagar R$ 311 mil por danos morais a ex-jogador Falcão

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,



Ex-jogador Falcão ganhou ação por danos morais de apresentador do SBT (Reprodução)
O apresentador Carlos Roberto Massa, conhecido como Ratinho, e o canal SBT terão que pagar indenização de R$ 311 mil (equivalente a 500 salários mínimos) por dano moral ao ex-jogador de futebol Paulo Roberto Falcão, de acordo com decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
O Programa do Ratinho apresentou entrevista na qual a ex-mulher de Falcão o acusava de sequestrar o filho do casal, trazendo-o de forma irregular dos Estados Unidos para o Brasil.
Na sentença do caso, o tribunal considerou a matéria da atração do SBT vexatória e sensacionalista, causando constrangimento público ao ex-comentarista da TV Globo.
Segundo a ministra Nancy Andrighi, ficou claro que "o apresentador conduziu a entrevista de forma tendenciosa, de modo a, no mínimo, potencializar as acusações apresentadas pela entrevistada, transformando a matéria num espetáculo, um show, explorando indevidamente a intimidade do autor, apontando-o como pai que não se importa com o filho, insuflando-o a fazer acordo com a mãe de seu filho".
Inicialmente, Ratinho e a emissora haviam sido condenados em primeira instância ao pagamento de R$ 1 milhão, além de divulgação do resultado do julgamento no programa. Os réus recorreram e conseguiram a redução da pena, porém o STJ manteve a condenação.

PM prende dois levando bebida alcoólicas para os índios.paranhos.

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,



PM
A Polícia Militar de Paranhos prendeu dois homens por contrabando e descaminho, e por propiciar consumo de bebida alcoólica a indígenas. S ocorr~encia foi registrada por volta de 10h15, quando os PMs avistaram um veículo saindo do território paraguaio em direção ao centro de Paranhos.

Ao abordarem o veículo, os policiais militares identificaram como condutor um homem de 42 anos (J.M.A.), morador em Amambai, e como passageiro um indígena de 34 anos (E.P.B.), morador da Aldeia Pirajuí. Durante vistoria no veículo houve a localização de uma grande quantidade de bebida alcoólica, que estava no porta-malas.

O amambaiense informou ser trabalhador do ramo da construção civil e afirmou que estava trabalhando em uma obra, no interior da aldeia Pirajuí. Ele sise também que o indígena que estava com ele lhe pediu para levar a bebida até a aldeia. E o indígena informou que tem um estabelecimento comercial no interior da aldeia e que levaria a bebida para ser vendida aos indígenas da comunidade.

Entre o material apreendido destaque para cinco caixas de cachaça paraguaia (da marca Piribebuy), Em cada caixa havia 24 frascos, o que totalizava 120 frascos; 15 caixas de cerveja paraguaia da marca Samba (totalizando 180 latas) e quarto litros de cachaça (marca Velho Barreiro).

Os acusados, o veículo e o material apreendido foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Paranhos.

Fonte: Fronteira Agora

Homem é preso com pistola em bar em Amambai

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,

Valcir da Silva Chaparro, o “Gibi”, estaria exibia a arma para pessoas no centro da cidade

Clique na Imagem para ampliá-la
A pistola, segundo a polícia, encontrada em poder de Valcir Chaparro, o “Gibi”. (Fotos: Vilson Nascimento)
Vilson Nascimento
Após denúncias de populares a Polícia Militar prendeu, no início da noite desse domingo (30) em um bar no centro da cidade, em Amambai, um homem de 34 anos, por posse ilegal de arma.
De acordo com a polícia, denúncias apontavam que Valcir da Silva Chaparro, o “Gibi”, como é mais conhecido, estaria armado com uma pistola e exibia a arma para pessoas no centro da cidade.
No ato da abordagem a PM não encontrou a arma com o acusado, mas em vistoria em um bar existente no local acabou localizando a pistola, uma calibre ponto 40, com duas munições intactas no carregador.
Gibi, que é usuário de drogas e já tem diversas passagens pela polícia em Amambai, foi encaminhado, juntamente com a arma apreendida em seu poder, para a Delegacia de Polícia Civil local para serem tomadas às providências cabíveis.
Segundo a Polícia Militar, ao ser detido, Valcir Chaparro teria dito que havia pegado a arma de um indivíduo que ele conhece apenas por “Paraguaio”. O caso será investigado.
Fonte: A Gazeta News 

Choque entre veículos deixa ferido em Amambai

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,

O acidente aconteceu no cruzamento das ruas Tiradentes com Sebastião Espíndola Sobrinho
Clique na Imagem para ampliá-la
Com o impacto os dois veículos acabaram sofrendo avarias. (Fotos: Vilson Nascimento)
Vilson Nascimento
A colisão entre dois veículos ocorrido no final da manhã dessa segunda-feira, 1 de outubro, causou danos materiais e deixou uma pessoa ferida, em Amambai.
O acidente aconteceu no cruzamento das ruas, Tiradentes com Sebastião Espíndola Sobrinho, na divisa entre o centro e a Vila Correia e envolveu o Gol cor branca, placas HSX 5289 de Campo Grande-MS e uma Saveiro, cor preta, placas HQX 8387 de Amambai-MS.
De acordo com as informações, o Gol, conduzido por Gisele Landvoigt dos Santos, de 32 anos, se deslocava pela Rua Tiradentes quando a Saveiro, conduzida por Antônio Carlos da Silva Rosa, de 64 anos, teria invadido a via preferencial, provocando o acidente.
Com o impacto o Gol sofreu avarias na parte dianteira, mas sua condutora nada sofreu. Já a Saveiro teve a porta do lado do carona totalmente danificada.
O condutor do utilitário, Antônio Rosa, sofreu escoriações e foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Amambai para o Pronto Socorro do Hospital Regional de Amambai para receber atendimento médico, mas não corria maiores riscos, segundo os bombeiros.
Uma equipe da Polícia Militar esteve no local do acidente registrando a ocorrência e realizando os levantamentos de praxe.
Fonte: A Gazeta News

Após se dar folga no fim de semana, Adriano decide seu futuro

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,

Nesta segunda, atacante vai conversar com Zinho, que cogita nova chance. No momento, Dorival não alimenta esperanças de contar com jogador
Por Janir JúniorRio de Janeiro


Adriano no treino do Flamengo (Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo)Adriano vai conversar com a diretoria nesta
segunda (Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo)
Adriano já teve seu dia D no Flamengo - D, E, F... Nesta segunda-feira, mais uma vez, será um dia de decisão para o futuro do jogador, que se deu folga desde sexta-feira à tarde, avisou por SMS que não iria ao treino de sábado e tampouco realizou trabalho neste domingo. Adepto ferrenho da disciplina e do profissionalismo, Dorival Júnior não alimenta esperanças de contar com o atacante e mantém sua concentração no time.
Zinho faz força para tentar proteger o jogador e tende a lhe oferecer nova chance. Outros setores do clube acreditam que não há mais jeito. Mas o impasse maior é como proceder diante da adoração de grande parte da torcida pelo Imperador, mesmo com indisciplinas.
Nesta segunda-feira, o jogador terá que dar explicações para o novo sumiço, e o departamento de futebol se pronunciará sobre a nova indisciplina. Adriano, que não tinha data de estreia prevista, perdeu atividades desde sexta-feira à tarde. Dois dias e meio no total. Na sexta, o jogador ligou para Zinho e pediu liberação para resolver problemas particulares. No sábado pela manhã, porém, nem a voz do jogador foi ouvida. Por SMS, ele explicou ao diretor de futebol que não estaria presente, inclusive no domingo.
Ainda no sábado, integrantes do futebol receberam a informação de que Adriano curtira a sexta-feira numa boate da Barra da Tijuca. Dorival demonstrou contrariedade.
- Adriano não veio ao treino, vou sentar com a comissão técnica, sentar com Adriano, saber o que aconteceu, na segunda-feira a gente bate um papo. O foco é o Fla-Flu - afirmou Zinho na véspera do clássico perdido pelo Fla por 1 a 0.

No dia seguinte à falta, ao lado do diretor de futebol Zinho, o atacante se desculpou com colegas de trabalho e torcedores do Flamengo e admitiu que, se faltasse mais uma vez, teria seu contrato rescindido.
A falta dos últimos dias não foi a primeira do atacante na volta ao Flamengo. No dia 3 de setembro, sem qualquer contato com os dirigentes, Adriano não apareceu no Ninho do Urubu. Na hora em que deveria estar no Ninho do Urubu, o atacante foi visto na favela Vila Cruzeiro, onde acabou se envolvendo num choque entre sua BMW e uma moto.
- Falei que só tinha uma chance quando cheguei. Se faltar de novo, meu contrato vai ser rompido - disse Adriano.
A tática da cúpula de futebol é separar o problema de Adriano do time, que precisa estar concentrado na reta final do Brasileirão. A presidente Patricia Amorim, que participou da rodada decisiva na negociação para o retorno do Imperador, sabe que o caso é delicado e não se posicionou sobre a questão da permanência ou não do atacante.
Adriano tem uma advertência formal feita pelo clube. Caso chegue a três, o contrato que vai até dezembro pode ser rescindido sem prejuízos para o Flamengo.
Banho de água fria em aposta da diretoria para atrair torcida
Antes das novas faltas, a expectativa era a de que o atacante passasse a treinar com o grupo nesta semana. Internamente, a diretoria do Flamengo buscava saber quando Adriano seria relacionado para um jogo, já que seria um ingrediente a mais para atrair o torcedor para apoiar o time. No dia 15 de setembro, Adriano projetou seu retorno para três semanas.
Nova recaída em bom momento
Assim como acontecera em setembro, recentemente o comportamento de Adriano vinha sendo elogiado internamente. Dorival e Zinho mantinham conversas constantes com o jogador. O novo deslize aconteceu novamente em um bom momento de aplicação vivido pelo atacante.
O jogador chegou a comentar com pessoas próximas que esperava que o clube encobrisse suas faltas no fim de semana.

Candidatura é ameçada em Japorã

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,



Bispo e Gabriel (FOTO - REPRODUÇÃO)
Na última quinta-feira, junto a Justiça Eleitoral de Mundo Novo, a coligação Unidos por Japorã, encabeçada pelo candidato a prefeito - Gil Perin (PMDB), protocolou de Investigação Judicial Eleitoral visando a cassação do registro da dupka de candidatos da eleição majoritária Vanderlei Bispo (PT) /Gabriel Klasman.

Segundo a denúncia formulada, o uso da máquina administrativa em favor de Bispo e Gabriel é clara e notória no município. Dentre as práticas vedadas pela legislação eleitoral e supostamente praticadas pelos requeridos, está à doação de patrimônio da prefeitura a eleitores em troca de votos, a cedência de funcionários públicos comissionados para funcionarem, em pleno horário de expediente, como representantes da Coligação e coordenadores de campanha e a cedência de veículos alugados pelo Município para fazer o transporte de alunos, para transportar eleitores para as reuniões realizadas.

As provas que instruem a investigação judicial são fortes e comprovam as condutas imputadas aos requeridos, o que pode levar a procedência da ação e a exclusão dos mesmos da disputa eleitoral. Além de Bispo e Gabriel, também é réu no processo o candidato a vereador Eliandro Lomberto de Barro, mais conhecido como Barrinha.

Segundo a denúncia, Barrinha teria se apossado um fogão de propriedade do Município, quando exercia o Cargo de Assistente de Gabinete do Prefeito Rubão, e doado o patrimônio a uma assentada em troca de votos. O fato foi descoberto quando a Polícia Militar de Japorã recebeu denúncia nesse sentido e diligenciou até o local. Lá, o SGT Bezerra, comandante da guarnição, constatou a existência de fogão com plaqueta de identificação do Município (patrimônio nº. 4567) no interior da residência da assentada. Ao questioná-la, a mesma respondeu que havia recebido o fogão de Barrinha, que para tanto, exigiu seu voto para ele e para Bispo.

As condutas praticadas pelos requeridos e levadas ao conhecimento da justiça configuram o chamado Abuso de Poder Político, conduta repudiada pela legislação eleitoral vigente.

Também foi instaurado inquérito policial junto a Delegacia de Mundo Novo para investigar a suposta prática dos delitos de Corrupção Eleitoral e Peculato por parte de Barrinha, que, se condenado, além de ser excluído das eleições, poderá pegar até 12 anos de reclusão (prisão).

OS REPRESENTANTES DA COLIGAÇÃO ACUSADA NÂO FORAM LOCALIZADOS - MAS O ESPAÇO PARA A RESPOSTA ESTÁ ASSEGURADO.

Fonte: Redação

Filha de pastor afirma que fazia sexo com demônios antes de se converter na Igreja Universal

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,




O bispo Edir Macedo reproduziu em seu blog o email que uma filha de um pastor da Igreja Universal enviou à Márcia Panceiro, esposa do bispo Romualdo Panceiro, em que ela relata desde traumas de infância, rebeldia na adolescência, até envolvimento com o diabo.
No email, ela se identifica como Camila Martins, 18 anos, e pede que a Márcia auxilie outros jovens em situação como a dela, pois “muitos filhos de pastores sofrem sozinhos, seus pais nem desconfiam, como os meus também não sabiam”.
Entre os relatos, afirma que quando tinha 5 anos de idade, foi abusada por um parente, que tinha 10 anos na época, e que a partir disso, passou a sentir nojo de homens e a cultivar o ódio: “Eu comecei a ter muito ódio de Deus, pois eu dizia que o culpado do meu sofrimento era Ele. Odiava este meu parente, era revoltada, sentia nojo e ódio dos homens”.

amila relata que uma amiga a apresentou ao diabo e ela passou a fazer pedidos a ele, e em determinada fase de sua vida, passou a ser abusada sexualmente por demônios: “Masturbava-me todos os dias. E o fato de começar a fazer estes pedidos ao diabo me custou caro. Comecei a ser abusada pelos encostos, diariamente, era horrível e não era apenas um, eram vários, pois aquilo demorava muito tempo, e repetia-se por várias vezes na madrugada. Não os via, mas os sentia por completo”.
A jovem conta que após ter deixado seu ódio a Deus de lado, passou a buscar a libertação e que agora, pode ajudar outros: “Não tenho relações com os demônios, e agora posso ajudar as pessoas que sofrem, como eu sofri. Filhos de pastores que sofrem, que estão no mundo da prostituição, dos vícios, do homossexualismo, e não conseguem se libertar”.
Confira abaixo a íntegra do email publicado pelo blog do bispo Edir Macedo:

Olá, dona Márcia!
Por meio deste e-mail, gostaria de relatar meu testemunho. Meu nome é Camila Martins, tenho 18 anos, sou filha de pastor e estou como obreira há 3 anos.
Eu tinha 3 anos quando meus pais entraram na obra. Aos 5 anos de idade, fui abusada por um parente, na época, ele tinha 10 anos. Aos 7 anos, eu comecei a passar por grandes problemas espirituais. Via vultos, ouvia vozes, tinha diversos pesadelos, era uma criança nervosa, não conseguia me relacionar com as outras crianças e nem me desenvolver na escola. Os professores diziam aos meus pais que eu precisava da ajuda de psicólogos.
Além disso, tinha problemas de saúde, como dores fortíssimas de ouvido e queda de cabelo. Os médicos não descobriam as causas e os remédios não resolviam.
A partir dos 13 anos, os problemas se agravaram e os traumas voltaram com mais força. Eu comecei a ter muito ódio de Deus, pois eu dizia que o culpado do meu sofrimento era Ele. Odiava este meu parente, era revoltada, sentia nojo e ódio dos homens.
Lembro-me de uma situação que meu pai estava saindo comigo da IURD, e um pastor, amigo dele, veio cumprimentar-nos com um abraço, quando senti aquele cheiro de homem tive vontade de vomitar, mas me segurei. Apesar de ser um amigo da família, companheiro de fé, de obra, eu o rejeitava pelo fato de ser homem.
Na escola, eu passei a ser diferente, comecei a me vestir como um menino, falar muitos palavrões, mentir, falsificar assinaturas do meu pai para sair cedo, além de odiar os garotos do colégio.
Na IURD, eu era diferente. Vestia-me bem, comportava-me, mas não gostava de assistir as reuniões, principalmente as de sexta-feira. Eu tinha tanto ódio, era tão debochada, que em um domingo, assistindo a reunião, na hora em que o pastor estava buscando o Espírito Santo, eu cruzei os meus braços e fiquei de olhos abertos. No final da reunião, uma obreira veio conversar comigo, me falou para aceitar a Jesus e que eu não esperasse chegar o dia mau para buscá-Lo. Eu simplesmente me levantei e dei as costas para ela. A partir daquele momento, minha vida só andou para trás, o que era um trauma do passado, passou a ser uma realidade diária.
De uma semana para a outra, minha cabeça virou e me aproximei dos garotos da escola, bem mais velhos. Queria ser como eles, no jeito de falar, de me comportar e me vestir. Entrei para o time de futebol da escola, e comecei a gostar de uma garota também.
Não tive um relacionamento com ela por medo de que a IURD descobrisse e mandasse meus pais embora, esse era meu pensamento, e não pelo fato de ser algo abominável a Deus.
Um dia, esta mesma garota me apresentou um deus que poderia servir-me e atender a tudo o que eu pedia. Eu sabia que ela estava falando do diabo, mas mesmo assim comecei a seguir os conselhos dela e um dia fiz um pedido ao diabo. Eu tinha ódio de um rapaz (eu tinha ódio de todo mundo), e eu pedi para que ele sofresse um acidente de moto e quebrasse a perna direita, dito e feito, no dia seguinte, isto aconteceu.

Até mesmo as pessoas na escola diziam que eu precisava de Deus, e eu sempre respondia: “Eu não preciso desse cara, pra Ele tomar posse da minha vida, Ele vai ter de provar que é muito bom”.
O tempo foi passando, eu já estava no vício da pornografia, filmes, revistas, internet, entre outros. Masturbava-me todos os dias. E o fato de começar a fazer estes pedidos ao diabo me custou caro. Comecei a ser abusada pelos encostos, diariamente, era horrível e não era apenas um, eram vários, pois aquilo demorava muito tempo, e repetia-se por várias vezes na madrugada.
Não os via, mas os sentia por completo, como se fosse um homem, um ser humano mesmo, eu ficava incapaz de reagir, gritar ou ter alguma ação. Eu era triste, nervosa, chorava muito e não contava a ninguém o que se passava, nem para os meus pais. Sabia que Deus poderia me tirar daquela situação, mas o ódio que eu tinha era tão grande que não aceitava servir a Deus, era algo muito triste.
Porém, houve um dia, na hora em que fui dormir, já sabendo que eles viriam e abusariam de mim novamente, eu chorava, estava tão cansada de toda aquela situação, deitada na cama, me lembrei daquela obreira, das suas palavras, e clamei o nome de Jesus, eu chorava como uma criança e pedia que Jesus me salvasse.
Naquele dia, eu dormi e fiquei em paz, depois disso ainda demorei ainda um pouco para reconhecer que realmente Jesus tinha o poder de me salvar. Após 2 meses, mudamos de IURD e fomos para a João Dias, lá decidi entregar-me para Jesus. Passei a ir todos os dias à igreja, todos os dias mesmo, buscava minha libertação, buscava o Espírito Santo sem medo nem vergonha dos outros filhos de pastores, obreiros etc.
Em 4 meses, eu me libertei e fui batizada com o Espírito Santo, porque entendi que o Espírito de Deus era a garantia de que nunca mais eu cairia, mas para recebê-Lo tive de fazer algo que era impossível para mim, perdoar! Eu perdoei este rapaz que abusou de mim e perdoei as demais pessoas. Aí sim, fui batizada com o Espírito Santo. Tudo mudou, tudo!
Hoje sou uma nova pessoa, não sou nervosa, não sou rebelde, não tenho doenças, os traumas do passado não têm mais efeito na minha vida. Não tenho medo, angústia ou tristeza. Não tenho os vícios de pornografia e masturbação para preencher o vazio. Não tenho relações com os demônios, e agora posso ajudar as pessoas que sofrem, como eu sofri.
Filhos de pastores que sofrem, que estão no mundo da prostituição, dos vícios, do homossexualismo, e não conseguem se libertar. Obreiras que são mulheres de Deus, mas que sofrem um trauma no passado e, mesmo sendo novas criaturas, ainda não sabem lidar com isso.
Dona Márcia, é importantíssimo o auxílio a estas pessoas, pois, muitos filhos de pastores sofrem sozinhos, seus pais nem desconfiam, como os meus também não sabiam.
Hoje, posso dizer que não há nada mais importante do que ter a vida nas mãos de Deus, nem o amor de pai, de mãe, de irmão, ou de uma paixão pode se comparar ao amor de Jesus!
Um beijo.
Deus abençoe a senhora mais e mais!
Colaboração: Márcia Panceiro
 
fonte: gospelmais

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO