Revista diz que Bruno escreveu carta para Macarrão na prisão

Posted by JORNAL EDUCADORA | sábado, 7 de julho de 2012 | Posted in ,

No texto divulgado pela 'Veja', goleiro pede que amigo use 'plano B'.

Para delegada, conteúdo indica mudança de estratégia de defesa.

Do G1, em São Paulo

154 comentários

Reportagem da edição deste fim de semana da revista “Veja” divulgou uma carta que teria sido escrita pelo goleiro Bruno no presídio Nelson Hungria, na Grande Belo Horizonte, para Luiz Henrique Romão, o Macarrão.

Os dois estão presos suspeitos de participação na morte de Eliza Samudio, ex-namorada do jogador. No texto, o jogador pede a Macarrão para usar o “plano B”, que, segundo a reportagem, seria assumir a culpa sozinho pela morte e isentar o goleiro de culpa.

"Maka, eu não sei como dizer isso, mas conversei muito com os nossos advogados e eles chegaram a uma conclusão devido aos últimos acontecimentos e descobertas sobre o processo e investigações. Nós conversamos muito e eles acham que a melhor forma para resolvermos isso é usando o plano B", diz o texto. "Eu, sinceramente, não pediria isso pra você, mas hoje não temos que pensar em nós somente! Temos uma grande responsabilidade que são nossas crianças, então, meu irmão, peço que pense nisso e do fundo do meu coração me perdoe, eu sempre fui e sempre serei homem com você”.

O goleiro Bruno algemado deixa o Fórum de Esmeraldas, na Grande BH; atrás, o amigo Macarrão. (Foto: (Foto: Alex Araújo/G1 MG))O goleiro Bruno algemado deixa o Fórum de Esmeraldas, na Grande BH; atrás, o amigo Macarrão. (Foto: (Foto: Alex Araújo/G1 MG))

A revista afirma que dois peritos analisaram a carta e confirmaram que ela foi mesmo escrita e assinada por Bruno. Ao G1, o advogado de Bruno, Rui Pimenta, disse neste sábado (7) que desconhece a carta. Ele afirmou que é necessário que se comprove a autenticidade do relato. Pimenta ainda ressaltou que o conteúdo da carta não é claro e o contexto em que ela está inserida é indeterminado. Na segunda-feira, o defensor pretende se reunir com o goleiro para entender do que se trata.

A delegada Alessandra Wilke disse ao G1, também neste sábado (7), que a carta não consta do inquérito. A revista informa que obteve a carta "interceptada por um agente penitenciário". Para a delegada, o texto trata da mudança da estratégia da defesa do goleiro, que passou aassumir a morte de Eliza, mas nega envolvimento com o crime. Alessandra diz ver na defesa do goleiro uma intenção de que os outros réus assumam a culpa. "Todos estão unidos para livrar o Bruno", disse.

Crime planejado
Segundo "Veja", mensagens trocadas por Eliza com amigos e registradas na memória do computador apreendido no apartamento onde Eliza morava, na Zona Leste de São Paulo, levam à conclusão de que o desaparecimento e morte da modelo, e mãe de um dos filhos do jogador, teria sido planejada pelo menos cinco meses antes. Para a Polícia Civil, Eliza foi morta em junho de 2010 a mando de Bruno. O corpo dela não foi encontrado.

De acordo com a publicação, em conversas por MSN com amigos, Eliza demonstrou temores em revelar seu paradeiro a contatos do goleiro e de ir para Minas Gerais, onde Bruno mantinha um sítio na cidade de Esmeraldas. Em um deles, ela afirmou: “Terra do Bruno vou só com passagem de ida. Vão me matar lá”.

Sobre as mensagens apresentadas pela reportagem da 'Veja", a delegada disse que todas constam do inquérito policial. Segundo Alessandra Wilke, ficou claro durante as investigações que o sequestro de Eliza no Rio de Janeiro foi planejado pelo grupo. Ela não disse quanto tempo durou este planejamento por não estar com o inquérito nas mãos. "Está comprovado que foi planejado (o sequestro)".

Tatuagem
A revista conversou ainda com José Lauriano de Assis Filho, o Zezé, então policial na ativa, e afirma que ele apresentou ao grupo acusado pelo homicídio da modelo o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido, segundo a polícia, como Bola. E diz ainda que a tatuagem que Macarrão fez com os dizeres "Bruno e Maka, a amizade nem mesmo a força do tempo irá destruir, amor verdadeiro" foi feita horas antes do sequestro de Eliza.

O goleiro Bruno está detido na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Minas Gerais. Em maio, ele obteve liberdade condicional referente ao processo de cárcere privado e lesão corporal de Eliza, pelo qual o atleta foi condenado pela Justiça do Rio de Janeiro a quatro anos e seis meses de prisão. Mas, para deixar a prisão, o jogador ainda depende do julgamento de um pedido de habeas corpus pelo Supremo Tribunal Federal (STF) relacionado ao desaparecimento e morte da ex.

Em junho passado, o caso Eliza Samudio completou 2 anos sem previsão de julgamento. Na fase atual, recursos e pedidos relacionados ao processo atrasam a tramitação. Acusado de homicídio, o goleiro foi detido em julho de 2010, quando vivia um dos melhores momentos da carreira jogando pelo Flamengo. Macarrão e Bola também aguardam o processo atrás das grades. O quarto acusado diretamente por homicídio é Sérgio Rosa Sales, primo de Bruno, que responde em liberdade.

Juiz de Campo Grande explica regras para candidatos nas eleições 2012

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,

Flávio Peron, da 35ª Zona Eleitoral, fala em entrevista ao Bom Dia MS.

Campanha eleitoral nas ruas está liberada a partir desta sexta-feira (6).

Do G1 MS

Comente agora

A partir desta sexta-feira (6), está liberada a campanha eleitoral nas ruas. O primeiro turno das eleições vai ser realizado, em todo o país, no dia 7 de outubro, quando vão ser escolhidos o prefeito, vice e vereadores de cada município. Durante a campanha, algumas regras devem ser seguidas pelos candidatos. Em entrevista ao Bom Dia MS, o juiz eleitoral Flávio Saad Peron explica como devem funcionar as regras eleitorais.

Comícios
"A 35ª Zona Eleitoral baixou uma portaria, em que estabelecemos determinados locais. As coligações interessadas em realizar comícios devem escolher um desses locais e comunicar a Delegacia Especializada de Ordem Pública e Social (Deops) com antecedência de cinco dias, para que seja feita a organização com relação ao trânsito e à segurança. No comício está proibida a apresentação de artistas, personalidades, devendo apenas participar os candidatos e filiados”.

Uso de carros de som
"Carro de som está liberado das 8 às 22 horas, desde que atenda à legislação específica. Está vedada a utilização no trecho da avenida Afonso Pena entre as ruas Pedro Celestino e 14 de Julho, devido à existência de postos policiais, escolas e hospitais. Nas demais regiões e cidades, é vedada a realização de comícios e propaganda política com sonorização a menos de 200 metros de hospitais, escolas, bibliotecas entre outros".

Cartazes, faixas e placas
"Outdoor está proibido. Utilização de bens públicos é inteiramente vedada. Pode-se usar propaganda em bens particulares, desde que não exceda 4 metros quadrados".

Propaganda no rádio e na TV
“Começa a partir do dia 21 de agosto, com regras específicas. Haverá distribuição de tempo destinado às coligações e sorteio da ordem de exibição”.

Propaganda irregular
“O cidadão pode denunciar o caso ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS) ou à polícia. Em casos de propaganda irregular, o candidato é notificado para regularizar em 48 horas. Se não o fizer, estará sujeito a multa de no mínimo R$ 2 mil. Em caso de reiteração, se houver abuso do poder econômico, a Justiça Eleitoral comunica o Ministério Público”.

Polícia em MS apreende 1 tonelada de maconha em caminhonete

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,

Motorista furou bloqueio, abandonou veículo na rodovia e conseguiu fugir.

Também foram encontrados 2,8 kg de haxixe, segundo o DOF.

Do G1 MS

Comente agora
Policiais do DOF apreendem caminhonete com mais de uma tonelada de maconha (Foto: Divulgação/DOF)Policiais apreendem caminhonete com mais de
uma tonelada de maconha (Foto: Divulgação/DOF)

Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam 1480 kg de maconha e 2,870 kg de haxixe durante um bloqueio policial na MS-156 em Caarapó, a 273 km de Campo Grande, na tarde desta quarta-feira (4). De acordo com o DOF, o entorpecente era levado em uma caminhonete que também foi apreendida porque tinha sinais de adulteração no motor e no chassi.

Ainda conforme o departamento, o motorista passou pela blitz e não parou. Ele foi perseguido e abandonou o veículo perto de um milharal para fugir.

O homem não foi encontrado. Os materiais apreendidos foram encaminhados para a sede do DOF e depois para a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira(Defron).

Aeronáutica confirma morte de piloto em queda de caça em Campo Grande

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in ,

Caça estava indo com outro avião para treinamento no Pará, diz FAB.

Acidente aconteceu em uma área de pastagem próximo ao Indubrasil.

Do G1 MS

133 comentários

Uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu na manhã deste sábado (7) em Campo Grande. A queda do caça A-29 Super Tucano aconteceu às 7h40 (horário de MS) em uma área de pastagem próximo a um distrito industrial da cidade. O piloto, único ocupante do avião, morreu no local.

Conforme a FAB, o capitão-tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, 32 anos, era oficial da Marinha e, desde o início de 2011, fazia o Curso de Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça no Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação da FAB, na capital sul-mato-grossense.

A assessoria de imprensa da Marinha informou que Rodrigues nasceu no Rio de Janeiro e estava na corporação desde fevereiro de 1997. Ultimamente, estava lotado em Ladário, a 435 km de Campo Grande.

Avião da FAB caiu em área rural de Campo Grande MS (Foto: Wendy Tonhati/G1 MS)Com o impacto da queda, aeronave ficou parcialmente enterrada (Foto: Wendy Tonhati/G1 MS)

O comandante do Esquadrão de Comando da Base Aérea de Campo Grande (BACG), major Luciano Sivieri, disse ao G1 que o A-29 Super Tucano estava indo com outra aeronave do mesmo modelo para um operação de uso de armas na Base Aérea do Cachimbo, em Novo Progresso (PA). Os dois caças pertencem ao Esquadrão Flecha, sediado na capital de Mato Grosso do Sul, e foram fabricados pela Embraer.

Quando uma das aeronaves caiu, a outra voltou para a Base em Campo Grande. Segundo a FAB, o piloto se ejetou às 7h40 (horário de MS) antes da queda na área de pastagem.

O corpo dele foi localizado em outro local e foi resgatado por helicópteros da Aeronáutica. Com o impacto da queda, a aeronave ficou parcialmente enterrada, ficando apenas com a parte traseira visível.

Helicóptero que resgatou piloto da FAB após queda de caça em Campo Grande MS (Foto: Wendy Tonhati/G1 MS)Helicóptero que resgatou corpo de piloto da FAB após queda de caça (Foto: Wendy Tonhati/G1 MS)

Trabalhadores de uma indústria da região foram os primeiros que viram o acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a área do acidente foi isolada em um raio de 300 metros porque havia risco de explosão, já que vazou combustível da aeronave.

Conforme a nota da Força Aérea, “a Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que contribuíram para o acidente e está prestando todo apoio aos familiares”.

Confira na íntegra a nota oficial da FAB sobre a queda do avião em Campo Grande:

O Comando da Aeronáutica lamenta informar que neste sábado (7), por volta das 8h40, horário de Brasília, uma aeronave de caça da Força Aérea Brasileira (FAB), modelo A-29 Super Tucano, caiu a 10km do aeroporto de Campo Grande – MS.

O piloto e único ocupante da aeronave, Capitão-Tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, de 32 anos, conseguiu se ejetar, porém faleceu no local.

O Capitão-Tenente Bruno Oliveira era Oficial da Marinha do Brasil e, desde o início do ano passado, realizava o Curso de Líder de Esquadrilha da Aviação de Caça no Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação da FAB.

A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que contribuíram para o acidente e está prestando todo apoio aos familiares.

Brasília, 07 de julho de 2012.
Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Salatiel Acompanha Obra que Finaliza 100% de Pavimentação no Jardim Carimbó

O Vereador Salatiel da Rádio, esteve visitando as obras de pavimentação asfáltica que estão em andamento no Jardim Ca...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO