Banco Vision inaugura posto de atendimento em Ype Jhu

Posted by JORNAL EDUCADORA | quarta-feira, 23 de janeiro de 2013 | Posted in , , ,

Clique na Imagem para ampliá-la
Ver mais Fotos
O empresário Alfredo Soares. Meta agora é incluir pagamento de guias da Senacsa para beneficiar produtores rurais da região. (Fotos: Vilson Nasciemnto)
Vilson Nascimento
O banco privado Vision, que tem agências espalhadas por todo o país vizinho, inaugurou, na manhã de terça-feira, 22 de janeiro, um posto de atendimento ao cliente em de Ype Jhu, cidade paraguaia que faz divisa com Paranhos, no Brasil.
Esse é o primeiro posto de atendimento de uma instituição bancária instalado no município de aproximadamente 7 mil habitantes, que nos últimos anos vem crescendo sócio-economicamente, principalmente na produção agropecuária e no setor comercial.
Até agora, sem instituição bancária na cidade, comerciantes, produtores rurais e membros da sociedade local, muitos deles brasileiros que moram e tem negócios no Paraguai, tinham que realizar todas as transações bancárias, inclusive depósitos e pagamentos diversos, em agências em Curuguaty, cidade distante cerca de 95 quilômetros de Ype Jhu, cujo acesso é todo de terra.
Agora com o entreposto do Banco Vision no município, transações como depósito, por exemplo, passarão a ser feitas em Ype Jhu, o que garantirá maior conforto e comodidade para os clientes, já que a instituição bancária, que está entre um dos principais bancos privados do Paraguai, já conta com uma ampla carteira de clientes no município da fronteira com o Brasil.
O Posto de Atendimento
O posto de atendimento do Banco Vision em Ype Jhu vai funcionar nas instalações da empresa Silva Motos, situada na linha internacional que separa Paraguai e Brasil, onde já funciona uma casa de câmbio, o que facilita ainda mais a vida do cliente, tendo em vista que para realizar a transação bancária, o cliente do banco tem que utilizar a moeda corrente no país, ou seja, o guarani.
Segundo o empresário Alfredo Soares, proprietário da Silva Motos, o posto de atendimento do Vision em Ype Jhu, que funcionará de segunda a sábado, significa um avanço importante para o município.
De acordo com o empresário, que é brasileiro e inclusive o ex-vice-prefeito do município de Paranhos no Brasil, vários serviços que antes tinham que ser realizados na cidade de Curuguaty agora poderão ser feitos em Ype Jhu, o que vai gerar economia de tempo e dinheiro aos clientes da instituição bancária.
Segundo Alfredo Soares, o município de Ype Jhu conta atualmente com mais de 1,2 mil produtores rurais, grande parte atuando no setor da pecuária e a meta agora é fazer com que o posto do Vision na Silva Motos também passe a receber guias da SENACSA (Serviço Nacional de Qualidade e da Saúde Animal) do Paraguai.
“Hoje esse serviço já é prestado nas agências do Banco Vision espalhadas pelo país. Se for estendido também para o nosso posto aqui em Ype Jhu ira facilitar em muito a vida de todos os produtores rurais de nossa região”, destacou Alfredo
Possibilidade de agência
Em entrevista a reportagem do site A Gazetanews e ao jornal A Gazeta, a gerente da agencia do Banco Vision em Curuguaty, Dahiana Pereira Macoritto, que também será a responsável pelo entreposto montado em Ype Jhu, disse que não está descartada a possibilidade de futuramente o município da fronteira com o Brasil contar com uma agência do Banco Vision.
Segundo a gerente, dois fatores seriam cruciais para a instalação de uma agência da instituição bancária no município, uma ampla carteira de clientes e a pavimentação do acesso entre Ype Jhu e Curuguaty.
De acordo com Dahiana Pereira, as transações realizadas no posto do Vision em Ype Jhu serão via sistema online, ou seja, no mesmo momento do depósito o dinheiro estará na conta do cliente e periodicamente um funcionário da instituição bancária estará na cidade da fronteira para vistoriar o andamento do atendimento e dos trabalhos no posto de atendimento.
Segundo a gerente, como a parceria entre instituições bancárias e empresas privadas para ampliação de atendimento só foi autorizada recentemente pelo Banco Central do Paraguai, o sistema ainda é novo e deverá sofrer alguns ajustes, visando melhorar, dia a dia, o atendimento ao cliente.  
A inauguração
Além do empresário Alfredo Soares e da gerente, Dahiana Pereira, acompanharam a inauguração do posto de atendimento do Banco Vision em Ype Jhu, membros da instituição bancária, entre elas, Maria Elena Jara, diretora do banco que veio da capital paraguaia, Assunción, para acompanhar o evento e a executiva de contas da agência do Vision em Curuguaty, Eliane Cañete, além de comerciantes e produtores rurais de Ype Jhu e da cidade brasileira de Paranhos, que também tem negócios e realizam transações bancárias no Paraguai.
O ato de inauguração também contou com a presença de autoridades e personalidades paraguaias e brasileiras, entre elas, a presidente da Câmara Municipal de Ype Jhu, vereadora Elizabeth Lomaquis, o presidente da Câmara de Paranhos, no Brasil, vereador Romaldo Zonatto, o “Madi”, os vereadores de Paranhos, Paulo Rufino, Osmar Pereira Cordeiro, Helio Ramo Acosta e a vereadora da cidade brasileira, Elizabeth Brites Benites.
Também estiveram presentes na inauguração dois ex-prefeitos da cidade brasileira, o produtor rural Dirceu Bettoni e o também produtor rural e empresário, Heliomar Klabunde.
Veja texto em espanhol
Vision Bank abre estación de servicio en Ype Jhu
Vilson Nascimento
Visión La banca privada, que tiene sucursales en todo el país vecino, inaugurada en la mañana del martes, 22 de enero de un puesto de servicio al cliente en el Jhu Ype, ciudad paraguaya fronteriza con Paranhos de Brasil.
Esta es la primera estación de servicio, un banco instalado en la localidad de unos 7000 habitantes, que en los últimos años ha ido creciendo socio-económico, especialmente en la producción agrícola y en el sector comercial.
Hasta ahora, ninguna institución bancaria en la ciudad, los comerciantes, agricultores y miembros de la sociedad local, muchos brasileños que viven y hacen negocios en Paraguay, tuvo que llevar a cabo todas las transacciones bancarias, incluyendo depósitos y pagos diversos en las agencias de Curuguaty, ciudad distante a unos 95 km de Ype Jhu, cuyo acceso es a través de la tierra.
Ahora, con almacén Visión del Banco en la ciudad, como depósito de transacción, por ejemplo, se hará en Ype Jhu, lo que garantizará confort y la comodidad para los clientes, ya que el banco, que se encuentra entre uno de los bancos privados más importantes Paraguay, ya tiene una gran base de clientes en la ciudad fronteriza con Brasil.
El Servicio Postal
La estación de servicio, Visión Banco en Ype Jhu funcionará en motocicletas empresa SILVA instalaciones, ubicadas en la línea internacional que separa a Paraguay y Brasil, donde ya cuenta con una casa de cambio, lo que facilita aún más la vida del cliente con el fin de la que se realiza la transacción bancaria, el cliente del banco tiene que utilizar la moneda en el país, es decir, el guaraní.
Según el empresario Alfredo Soares, propietario de la motocicleta Silva, la estación de servicio en la Jhu Vision Ype, que operan de lunes a sábado, es un paso importante para la ciudad.
Según el empresario, quien es brasileño y que incluye ex alcalde adjunto de Paranhos de Brasil, varios servicios que antes tenían que llevarse a cabo en la ciudad de Curuguaty ahora se harán en Ype Jhu, lo que generará ahorros tiempo y dinero a los clientes del banco.
Según Alfredo Soares, el municipio de Ype Jhu cuenta actualmente con más de 1 200 agricultores, en su mayoría trabajan en el sector ganadero y el objetivo ahora es conseguir el puesto en la motocicleta Silva Vision también pasan a recibir guías SENACSA ​​( Servicio Nacional de Calidad y Salud Animal) de Paraguay.
"Hoy en día este servicio ya está prevista en las sucursales del Banco a través de la visión de país. Si se extiende también a nuestra oficina aquí en Ype Jhu facilitará en gran medida la vida de todos los agricultores de nuestra región ", dijo Alfredo
Posibilidad de agencia
En una entrevista con el sitio de informes Gazetanews y el periódico A Gazeta, la gerente del Banco Visión de la agencia en Curuguaty, Dahiana Macoritto Pereira, quien también se encargará de almacenamiento montado Ype Jhu dijo no descartar la posibilidad de un futuro municipio fronterizo con Brasil se basan en una rama de Visión Banco.
Según el gerente, dos factores fueron cruciales para el establecimiento de una sucursal del banco en la ciudad, una gran base de clientes y pavimentación de acceso entre Ype Jhu y Curuguaty.
Según dahiana Pereira, el comercio en el segundo palo en el Jhu Vision Ype será a través del sistema en línea, es decir, en el yacimiento mismo tiempo, el dinero estará en la cuenta del cliente y un empleado regular del banco estará en la ciudad para inspeccionar la frontera el avance de los trabajos y la asistencia a la estación de servicio.
Según el gerente, ya que la asociación entre los bancos y las empresas privadas para ampliar el servicio fue recientemente autorizada por el Banco Central del Paraguay, el sistema es todavía nuevo y será objeto de algunos ajustes para mejorar día a día el servicio al cliente.
La toma de posesión
Además del empresario y gerente Alfredo Soares, dahiana Pereira, asistió a la inauguración de la estación de servicio, Visión Banco en Ype Jhu, los miembros del banco, entre ellos María Elena Jara, director de la entidad bancaria que provenía de la capital paraguaya, Asunción, para seguir el evento y ejecutivo de cuentas en Curuguaty visión de la agencia, Eliane Cañete, además de comerciantes y agricultores de Ype Jhu y la ciudad brasileña de Paranhos, que también tiene negocios y realizar transacciones bancarias en Paraguay.
El acto de inauguración también contó con la presencia de funcionarios y personalidades paraguayas y brasileñas, entre ellas el alcalde de Ype Jhu, la concejala Elizabeth Lomaquis, el alcalde de Paranhos, Brasil, el concejal Romaldo Zonatto el Madi " "Paranhos de los concejales, Pablo Rufino, Osmar Pereira Cordeiro, Helio Branch concejal Acosta y Elizabeth Benites brasileños Brites.
También estuvieron presentes en la inauguración de dos ex alcaldes de la ciudad, el campesino brasileño Dirceu Bettoni y también agricultor y hombre de negocios, Heliomar Klabunde.
Fonte: A Gazeta News

PRE realiza apreensão de grande quantidade de maconha

Posted by JORNAL EDUCADORA | | Posted in , ,

Clique na Imagem para ampliá-la
Ver mais Fotos
Após pesada, a droga totalizou aproximadamente 401 quilos
Bruno Martins
Na manhã dessa quarta-feira dia 23, por volta das 05:40 horas, policiais militares de Ponta Porã, realizaram a apreensão de grande de quantidade de maconha que estaria sendo transportada de forma a “granel”.
A prisão ocorreu durante uma fiscalização de rotina que estaria sendo realizada em frente ao CTG (Centro de Tradições Gaúchas), localizado na entrada da cidade, durante a blitz, os policiais avistaram a aproximação de uma pick-up Strada placa MWZ-1396 da cidade de Tocantinópolis-TO e deram ordem de parada.
O motorista do veiculo desobedeceu o comando e furou o bloqueio policial, com isso a guarnição deu inicio a um acompanhamento tático do automóvel em fuga, após alguns quilômetros de perseguição, o condutor do veiculo adentrou em um matagal as margens da rodovia MS 164 abandonando a pick-up.
Os policiais se aproximaram do veiculo e notaram que o motorista havia fugido, no interior do veiculo e em toda sua carroceria, os policiais encontraram grande quantidade de maconha, a droga e o carro apreendido foram encaminhados à delegacia da Policia Federal de Ponta Porã.
Após pesada a droga totalizou aproximadamente 401 quilos de maconha dividida e embalada em tabletes.
A droga juntamente com o veiculo foram apreendidos, o motorista ainda não foi localizado.
Fonte: A Gazeta News 


BICICLETARIA MS, TUDO PARA SUA BIKE, RUA 7 DE SETEMBRO, 478

Posted by salatiel | | Posted in ,

BICICLETARIA MS,

TUDO PARA SUA BIKE,

RUA 7 DE SETEMBRO,

NUMERO 478 ,

 PRÓXIMO AO HOSPITAL 7 QUEDAS.





BICICLETARIA MS,

TUDO PARA SUA BIKE








BICICLETARIA MS,

TUDO PARA SUA BIKE







BICICLETARIA MS,

TUDO PARA SUA BIKE






BICICLETARIA MS,

TUDO PARA SUA BIKE,

RUA 7 DE SETEMBRO,

NUMERO 478 ,

 PRÓXIMO AO HOSPITAL 7 QUEDAS.

Casé Busca Residências Rurais Para Produtores

Posted by salatiel | | Posted in , , ,

Aconteceu na ultima segunda feira em Sete Quedas, uma palestra com representantes da Cooperativa de Habitação e Agricultura, com a direção de Paulo Cezar Farias, que explanou sobre o programa “Minha Casa, Meu Sonho” do governo do estado, voltado a construção de casas em propriedades rurais. Estiveram presentes o Prefeito José Gomes Goulart”Casé”, além de lideranças locais voltadas a área rural. Estiveram presentes também as vereadoras Monalisa Alessi e Diva da Santa Luzia, alem de secretários e diretores da administração municipal. Durante a abertura o prefeito Casé disse que não medira esforços para que o programa possa dar frutos no município, pois sabe da necessidade dos produtores, principalmente os da agricultura familiar, por uma moradia digna em suas propriedades. “Me sinto orgulhoso de poder esta participando deste momento tão importante para o município, mas, mais importante ainda para os produtores, pois muitas vezes com as dificuldades do dia a dia, não podem construir uma moradia digna, e com esse programa todos poderão acolher seus entes querido em uma casa de primeira, e poder trabalhar com mais dignidade e assim produzir ainda mais” comentou Casé.
“Ficamos muito contente com o interesse do prefeito em nos procurar e demonstrar interesse pelo programa, e preciso que o administrador  tenha interesse no programa para que possamos instalá-lo  no município, e Sete Quedas esta de parabéns com o prefeito que tem, antes mesmo de assumir, o Casé  já tinha nos procurado para estarmos aqui. Esse ano vamos construir 2 mil habitações rurais, e Sete Quedas estará no programa” disse Paulo Cezar ao abrir sua palestra, onde explanou todo o programa.  O PNHR ( Programa Nacional de Habitação Rural ), e voltado para moradores da área rural, participantes do PRONAF, denominado “Projeto Minha Casa, Meu Sonho”, e que a renda máxima da propriedade, não ultrapasse 15 mil reais anuais. Ficando o agricultor que tiver renda maior que esta, para uma próxima etapa do programa. São construídas habitações de aproximadamente 60mt quadrados, do inicio ao acabamento. São residências com 2 quartos, Sala, cozinha, varanda e lavanderia. Toda a obra é feita com recursos do Governo Federal, com o apoio do Banco do Brasil, que também é parceiro do estado neste programa. O cronograma do programa espera iniciar as obras em junho, para que possam ser entregues ainda este ano.  Para as residências, e destinado um valor de R$ 28.500, sendo que o produtor, paga somente 4% deste valor, após 1 ano de carência, em 4 parcelas anuais de 285,00 reais.  Para fazer parte do programa os interessados devem possuir a DAP ( Declaração de Aptidão ao Pronaf ) e documentos da propriedade, como ITR,  Matricula ou contrato.
“Sabemos da importância deste programa para nossa cidade, por isso antes mesmo de assumir fomos atrás para adiantar tudo, hoje isso se torna realidade. Vamos estar junto com nosso parceiros, trabalhando para que logo possamos esta iniciando as obras. A Agraer, a prefeitura e todos os interessados estão trabalhando esse programa, esperamos beneficiar o Maximo de produtores possíveis. Assim será nosso mandato, vamos fazer o que tem que ser feito para que nossa gente possa viver melhor, seja na cidade ou no campo. Aqui, vocês têm um amigo que quer ver Sete Quedas crescer” finalizou o prefeito Casé.

Salatiel Assis/educadora91.com - DRT 570/MS

Bom Publico compareceu a palestra

Vereadora Diva, Presidente da APH, Eloi, Vereadora Monalisa, Casé, PC, Secr. Agricultura, Afonso e Secr. Des. Econ. e Hab. Paulinho.

Prefeitos Herdam Dívidas e Adiam Investimentos Para Paga-las

Posted by salatiel | | Posted in , , ,


Em Sete Quedas de R$ 6 milhões, deixada pelo
 ex-prefeito Sérgio Mendes (PDT).  As dívidas, segundo
 José Gomes, são com pagamentos de energia,
conta de água e previdência social.

Prefeitos de vários municípios de Mato Grosso do Sul estão enfrentando dificuldades para colocar as contas em dia. Eles enfrentam problemas com dívidas grandes deixadas por antecessores, que lhes obrigam a adiar a efetivação de propostas feitas na campanha eleitoral.
O prefeito de Sete Quedas, José Gomes (PMDB), conta que o Município tem uma dívida de R$ 6 milhões, deixada pelo ex-prefeito Sérgio Mendes (PDT). As dívidas, segundo José Gomes, são com pagamentos de energia, conta de água e previdência social. Com o orçamento pequeno, de aproximadamente R$ 1 milhão, o prefeito vai ter que estabelecer prioridade e já decidiu que vai estabelecer prioridades. “Devo e não nego. Pago quando puder. As contas anteriores são de responsabilidade do prefeito anterior”, justificou Casé.

O prefeito de Coxim, Aluizio São José (PSB), é um dos que herdaram dívida de ex-prefeito. Ele conta que a prefeita Dinalva Mourão (PMDB) deixou uma dívida de aproximadamente R$ 14 milhões para o município, que tem arrecadação de, aproximadamente, R$ 4 milhões. As dívidas incluem previdência, empenhos cancelados, folha de pagamento de dezembro e maquinários sucateados.
Para contornar o problema o prefeito tentará o equilíbrio fiscal, promovendo economia e a eficiência da gestão. Ele pretende observar cada centavo empregado e reavaliar o custo unitário do serviço público para estancar as despesas do município, já que a economia não é tão forte. O prefeito também vai fortalecer o turismo. Ele anunciou que vai transformar a Secretaria de Governo em Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, para mostrar que Coxim também faz parte do Pantanal. Para fortalecer o turismo o prefeito pretende, primeiramente, fazer a população acreditar que é possível incluir Coxim no roteiro turístico nacional e sobreviver desta atividade.
O prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina (PSDB), também enfrenta dificuldades na prefeitura deixada por João Carlos (PT). Segundo o prefeito, a dívida chega a R$ 8 milhões, incluindo fornecedores, INSS e pagamento de servidores. Para quitar os débitos com a folha de pagamento de dezembro dos servidores o prefeito terá que parcelar a dívida em três vezes.
“Vamos ter que fazer uma redução de gastos para poder cumprir compromissos. A prioridade é a folha do servidor. Vamos ter que evitar contratações e o que seria para investir será usado para pagar dívida”, explicou. Segundo Caravina, a arrecadação do município é de R$ 50,9 milhões.
O prefeito de Amambai, Sérgio Barbosa (PMDB), também herdou dívidas do antecessor, Dirceu Lanzarini (PR). Ele conta que até o momento a dívida chega a R$ 2 milhões e o problema é ainda mais grave porque, segundo ele, não consta na contabilidade do Município. As dívidas são geradas de rescisões de funcionários e contrapartidas de obras. A arrecadação do Município é de, aproximadamente, R$ 5 milhões, segundo Sérgio Barbosa.
O prefeito de Caracol, Manoel Viais (PT), revela que a situação no município é caótica, com precatórios vencidos, INSS e hospital com dívida de R$ 1,7 milhão. A situação é tão difícil que o prefeito cancelou até o Carnaval. “São R$ 300 mil com precatório, R$ 550 mil com INSS, R$ 1,7 milhão do Hospital”, detalhou o prefeito, ressaltando que tem uma arrecadação de apenas R$ 1,2 milhão.

Fonte: Midia Max

OUÇA A RÁDIO AO VIVO

DESTAQUE

Atendendo Salatiel, Prefeitura Faz Manutenção de Ruas da Área Industrial

A prefeitura Municipal de Sete Quedas realizou o patrolamento das ruas que dão acesso aos lotes da Área Industrial do município. ...

V Í D E O S

V Í D E O S
EM ENTREVISTA AO PORTAL GIBA NOTICIAS SALATIEL APRESENTA PROPOSTAS PARA SETE QUEDAS

Noticias de Sete Quedas e Região

Tecnologia do Blogger.

    ARQUIVO